05:57 24 Junho 2018
Ouvir Rádio
    Um grupo armado da oposição tomou na manhã de domingo (17) uma delegacia com o pessoal e exige a renúncia das autoridades armênias.

    Delegacia em Erevan tomada por grupo armado

    © REUTERS / Melik Baghdasaryan/Photolure
    Mundo
    URL curta
    0 011

    Um grupo armado da oposição tomou na manhã de domingo (17) uma delegacia com o pessoal e exige a renúncia das autoridades armênias.

    As tropas armênias já estão concentradas perto do edifício. No local chegou o comandante da polícia armênia Vladimir Gasparyan. Há feridos.

    ​Segundo o Serviço da Segurança Nacional, “esta manhã um grupo de homens armados irrompeu no território de um regimento policial armênio e sob ameaça de violência mantém o pessoal dentro do edifício. Atualmente, estão decorrendo negociações com os rebeldes para organização da sua rendição pacífica às autoridades”.

    Na rede já apareceu um vídeo da tomada da delegacia pelo grupo da oposição liderado por Zhirayr Sefilyan.

    Os apoiantes ao Sefilyan, que foi preso em junho e acusado de organizar um grupo criminoso, declararam sua “intenção de mudar a situação na Armênia por meio de uma rebelião armada”. Sefilyan planejara ocupar vários edifícios e instalações de telecomunicações, incluindo a Torre da televisão em Yerevan.

    Segundo a informação mais recente do Serviço de Segurança Nacional armênio, as forças especiais libertaram dois reféns. Durante a operação um policial foi morto e dois ficaram feridos.

    Tags:
    mortos, oposição, polícia, Yerevan, Armênia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik