03:54 22 Janeiro 2018
Ouvir Rádio
    Golpe militar na Turquia, um tanque nas ruas de Ancara

    Após tentativa de golpe, Turquia pode restabelecer pena capital

    © REUTERS/ Stringer
    Mundo
    URL curta
    Tentativa de golpe militar na Turquia (109)
    0 35

    O primeiro-ministro turco Binali Yildirim disse que todos os participantes da tentativa de golpe na Turquia, incluindo militares e representantes do movimento Gulen, estão detidos e serão punidos.

    "Todos os conspiradores, representantes do 'estado paralelo', incluindo nas Forças Armadas turcas, estão nas mãos da justiça e sofrerão uma punição severa", disse Yildirim aos jornalistas em Ancara.

    Ele acrescentou que a pena de morte não está prevista na Constituição turca mas que Ancara vai considerar a alteração da legislação para evitar que tais tentativas de golpe aconteçam novamente.

    A pena capital mantem-se oficialmente em 58 países. Em 22 deles, as sentenças são executadas. Em outros 36 países a pena capital normalmente é substituída por outra punição.

    O golpe do Estado falhado foi encabeçado pelo coronel Muharrem Kose, oficial turco afastado das suas funções em maio de 2016 devido à sua ligação o com o clérigo oposicionista Fethulalh Gulen. Antes foi divulgado que o número de detidos supera 1.500 pessoas.

    Tema:
    Tentativa de golpe militar na Turquia (109)

    Mais:

    Mídia revela nome do líder do golpe de Estado na Turquia
    O golpe na Turquia através dos olhos das redes sociais
    Atualização: autoridades da Turquia anunciam que a tentativa de golpe militar fracassou
    Tags:
    pena de morte, Binali Yildirim, Ancara, Turquia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik