10:31 22 Setembro 2017
Ouvir Rádio
    Residência oficial e escritório do primeiro-ministro britânico em Downing Street, 10, Londres, Reino Unido, junho de 2016

    Já é conhecido o nome de novo primeiro-ministro do Reino Unido

    © AFP 2017/ JUSTIN TALLIS
    Mundo
    URL curta
    0 188615

    Na segunda-feira (11), a vice-ministra da Energia do Reino Unido, Andrea Leadsom, anunciou que retira sua candidatura a primeira-ministra britânica e líder do Partido Conservador deixando a ministra dos Assuntos Internos Theresa May como única candidata a estes postos.

    Os parlamentares do Partido Conservador deram 199 votos por May em 7 de julho. Leadsom recebeu 84 votos. Pesquisas de opinião pública indicam que May é uma favorita incondicional ao posto de primeiro-ministro.

    Leadsom tem estado sob pressão depois de ter dito que May não podia ser bom líder porque não tem filhos. Um pouco mais tarde, Leadsom pediu desculpas, mas sofreu pressão da mídia e dentro do partido.

    Ministra dos Assuntos Internos Theresa May e a vice-ministra da Energia Andrea Leadsom
    © AFP 2017/ BEN STANSALL e LEON NEAL
    Ministra dos Assuntos Internos Theresa May e a vice-ministra da Energia Andrea Leadsom

    O membro do comitê executivo do Partido Conservador Graham Brady afirmou que iniciará hoje consultas com membros do comitê para nomear May como líder do Partido Conservador o mais logo possível, mas a data precisa ainda não é certa.

    O ex-prefeito de Londres Boris Johnson afirmou na sua página do Twitter que May será uma ótima líder do país.

    "Theresa May tem autoridade e qualidades de líder que são necessárias para unir o Partido Conservador e o país. A decisão de Andrea Leadsom foi muito corajosa e fundamental ao mesmo tempo, porque permite iniciar o processo sem demora. Não tenho dúvidas que Theresa May será uma ótima primeira-ministra e estou satisfeito com o fato que ela disse que o Brexit significa Brexit", disse Johnson.

    Segundo fontes no Partido Conservador disseram à agência RIA Novosti, Johnson pode se tornar ministro das Relações Exteriores britânico ou chefe do departamento para negociações com a União Europeia no gabinete de May. Também se espera que Leadsom possa obter um alto posto no novo governo.

    Ministra dos Assuntos Internos britânica Theresa May saí da residência do primeiro-ministro em Downing Street, 10, Londres, Reino Unido, 27 de junho de 2016
    © AFP 2017/ LEON NEAL
    Ministra dos Assuntos Internos britânica Theresa May saí da residência do primeiro-ministro em Downing Street, 10, Londres, Reino Unido, 27 de junho de 2016

    Theresa May será a segunda mulher no posto de primeiro-ministro britânico depois de Margaret Thatcher.

    As eleições antecipadas foram provocadas pelo anúncio de David Cameron sobre sua demissão depois do referendo sobre o Brexit.

    Tags:
    líder, eleições, primeiro-ministro, Partido Conservador, Andrea Leadsom, Theresa May, Reino Unido
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik