05:13 14 Novembro 2019
Ouvir Rádio
    Vista do edifício do Ministério das Relações Exteriores russo em Moscou, Rússia

    Moscou confirma deportação de dois diplomatas russos dos EUA

    © AP Photo / Dmitry Lovetsky
    Mundo
    URL curta
    0 512
    Nos siga no

    O Ministério do Exterior russo confirmou no sábado (9) que dois diplomatas russos foram deportados dos Estados Unidos. Washington pediu aos diplomatas russos que deixassem os EUA sem manifestar quaisquer queixas relativas à sua atividade.

    Na sexta-feira, o porta-voz do Departamento de Estado dos EUA John Kirby disse que, em 17 de junho, as autoridades norte-americanas expulsaram dois funcionários russos do país, em resposta a um incidente com um diplomata norte-americano em Moscou.

    Antes, o jornal The Washington Post havia publicado um artigo segundo o qual, em 6 de junho, um dos diplomatas da Embaixada norte-americana em Moscou tinha sido alegadamente atacado. A chancelaria russa afirmou, por sua vez, que o diplomata era agente da CIA e que tinha sido ele que atacara um dos policiais russos que protegia a embaixada.

    "Posso confirmar que, com referência ao caso acima descrito, o governo norte-americano realmente exigiu a partida de dois membros do pessoal da embaixada russa em Washington, DC, sem lhes apresentar quaisquer queixas. O Departamento de Estado dos EUA propôs-nos a alto nível não tornar público esse fato. Como podemos ver, os diplomatas americanos não têm por hábito respeitar suas próprias palavras", disse vice-ministro russo Sergei Ryabkov. 

    De acordo com o vice-ministro russo das Relações Exteriores Sergei Ryabkov, dois diplomatas americanos foram deportados após uma "ação hostil" em relação à Rússia e foram declarados pessoas non-grata devido a atividades incompatíveis com o estatuto diplomático.

    "Esperamos que Washington entenda que a postura agressiva antirrussa é um círculo vicioso. Se decidirem avançar no sentido da escalada, não vamos deixá-lo sem resposta", disse Ryabkov.

    Mais:

    Casa Branca: EUA reconhecem que Europa é prejudicada por sanções contra Rússia
    Maioria de conflitos recentes foi provocada pelos EUA, diz coronel tcheco
    Opinião: OTAN é instrumento dos EUA para controlar Europa
    Tags:
    relações diplomáticas, Sergei Ryabkov, EUA, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar