12:20 06 Dezembro 2019
Ouvir Rádio
    Combatentes do grupo terrorista Estado Islâmico no Iraque, cidade de Mosul. 25 de junho de 2014

    Daesh tortura e executa desertores com tanques de água fervente

    © AP Photo /
    Mundo
    URL curta
    Crueldades do Daesh (33)
    211
    Nos siga no

    Sete desertores do Daesh (autointitulado Estado Islâmico) foram barbaramente torturados e executados por seus próprios companheiros de guerra, segundo relata o jornal britânico The Daily Star, citando um veículo de comunicação da cidade iraquiana de Mosul.

    De acordo com a fonte, os sete militantes do grupo terrorista que tentaram depor as armas e abandonar a jihad foram imersos em contêineres de água fervente, pendurados pelos pés e pelas mãos, e, em seguida, receberam um tiro na cabeça.

    A organização terrorista mantém seus próprios tribunais para punir os militantes que violem os juramentos do grupo ou a lei islâmica.

    A brutalidade do Daesh parece estar crescendo à medida em que as forças do governo iraquiano se aproximam do centro de Al Sharqat, cidade a 55 km de Mosul, que ainda é controlada pelos jihadistas. 

    Tema:
    Crueldades do Daesh (33)

    Mais:

    Com força, mas sem êxito? Daesh quase perde sua 'capital'
    Número de mortos em mega-atentado do Daesh em Bagdá passa de 200
    Exército do Iraque mata comandante sênior do Daesh
    Tags:
    água fervente, extremismo islâmico, desertores, execuções, torturas, Estado Islâmico, Daesh, Al Sharqat, Mosul, Iraque
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar