16:34 18 Fevereiro 2020
Ouvir Rádio
    Mundo
    URL curta
    Devastando as sedes do Daesh (65)
    3111
    Nos siga no

    A Sputnik conseguiu falar com um dos comandantes do Conselho Militar de Manbij para saber mais sobre a situação em torno dos combates contra terroristas que recentemente endureceram na região da cidade de Manbij, no norte da Síria.

    Serdar Heci, o chefe de um dos destacamentos do Conselho Militar de Manbij que conta com militares árabes, turcomenos e curdos, comentou a situação.

    De acordo com ele, atualmente os jihadistas do grupo Daesh (proibido na Rússia) estão realizando ataques a fim de romper o cerco da cidade, sofrendo sérias perdas.

    As forças do conselho, de acordo com Heci, estão prosseguindo com a operação de libertação da cidade, um ponto estratégico no norte da província síria de Aleppo.

    Como resultado da operação, que já prossegue há 35 dias, os jihadistas já perderam o controle de 200 aldeias e povoações da região.

    Falando com a Sputnik, Heci explicou os pormenores da situação atual:

    "Ontem os jihadistas tentaram atacar de três flancos a povoação de Dadat e a aldeia de Gerbete. As nossas forças resistiram vigorosamente aos terroristas. Como resultado dos combates, que duraram várias horas, foram liquidados mais de 100 militantes, dois tanques foram destruídos durante o bombardeio das forças da coalizão. Assim, as nossas forças conseguiram retomar o controle de uma série de povoações anteriormente ocupadas por terroristas. O Daesh tenta mobilizar todos os seus recursos e atacar todo o tempo, mas todas as suas tentativas fracassam graças às ações bem coordenadas dos nossos destacamentos."

    É importante notar que na segunda-feira (4) os terroristas do Daesh realizaram um ataque, a partir da zona de Jarabulus, contra a aldeia de El Refiha, mas durante a operação as forças do Conselho Militar de Manbij liquidaram 61 militantes.

    No mesmo dia, a coalizão internacional realizou oito ataques aéreos contra posições de jihadistas, primeiramente tentando minar a infraestrutura do Daesh na cidade, inclusive destruindo carros-bomba. Mas a situação durante os bombardeios se tornou bastante difícil por razão da presença de civis no local.

    Cabe mencionar que, no final de maio, as Forças Democráticas da Síria (SDF) lançaram uma operação para recuperar Manbij, com o apoio da coalizão internacional liderada pelos EUA. Situada entre Raqqa e a fronteira turco-síria e com uma população de 80 mil pessoas em 2012, a cidade é considerada a "capital" do Daesh já que tem importância estratégica para os terroristas no que diz respeito ao fornecimento de armas, munições, alimentos e também novos combatentes. 

    Enquanto isso, recentemente se tornou claro que as SDF estão concentrando reforços vindos de Hasakah, Kobane e  Al-Qamishli, porque os combates na região se tornaram mais renhidos por razão da resistência do Daesh.

    Tema:
    Devastando as sedes do Daesh (65)

    Mais:

    Forças Democráticas da Síria retomam do Daesh distrito perto de Manbij
    Tags:
    combates, terrorismo, Daesh, Síria
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar