13:21 17 Setembro 2019
Ouvir Rádio
    O presidente francês, François Hollande, durante uma coletiva no palácio do Eliseu em fevereiro de 2015

    'Enfrentem as consequências': Hollande diz que Brexit não pode ser cancelado nem adiado

    © REUTERS / Philippe Wojazer
    Mundo
    URL curta
    Brexit: reações e consequências (121)
    1115
    Nos siga no

    O presidente francês, François Hollande, disse hoje (1º), após uma reunião com o primeiro-ministro britânico David Cameron, que o Brexit não pode ser "cancelado" nem "adiado".

    "A decisão foi tomada. Ela não pode ser adiada e não pode ser cancelada; agora eles têm que enfrentar as consequências", afirmou Hollande em entrevista coletiva à margem das celebrações do centenário da Batalha do Somme, no norte da França. 

    "Estar na União Europeia tem suas vantagens", acrescentou o presidente francês. "E isso é (…) o que os britânicos estão começando a entender. Aqueles que foram tentados pelo Brexit estão começando a repensar sobre isso", afirmou ele, citado pela AFP. 

    Hollande disse ainda que um Brexit acelerado "evitaria todas as incertezas e instabilidade, especialmente nos domínios econômicos e financeiros".

    A Batalha do Somme, travada entre julho e novembro de 1916, é considerada uma das maiores ofensivas da Primeira Guerra Mundial. Tropas britânicas e francesas tentaram romper as linhas de defesa alemãs estacionadas na região do Rio Somme, na França, ao longo de 19 km. Ambos os lados sofreram baixas pesadíssimas, sobretudo a Grã-Bretanha, ainda mais pelo fato de o objetivo da missão não ter sido atingido.

    Tema:
    Brexit: reações e consequências (121)

    Mais:

    'Brexit' supera 'pornô' nas buscas do Google Search
    Único político negro estoniano teme por seu futuro após Brexit
    Opinião: Brexit ajuda a evitar a guerra entre Rússia e OTAN
    Quem pagará por Brexit?
    Merkel, Hollande e Renzi definem prioridades da UE pós-Brexit
    Tags:
    vantagens, consequências, referendo, cancelamento, adiamento, saída, Brexit, Batalha do Somme, Primeira Guerra Mundial, União Europeia, David Cameron, François Hollande, Grã-Bretanha, Reino Unido, França
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar