16:33 21 Setembro 2017
Ouvir Rádio
    Cartel del Brexit en Berlín, Alemania

    Embaixador britânico: Brexit não afetará investimentos do Reino Unido no Brasil

    © AFP 2017/ John Macdougall
    Mundo
    URL curta
    Brexit: reações e consequências (121)
    119632

    A eventual saída da Grã-Bretanha da União Europeia, aprovada em referendo, não prejudicará os investimentos do país na economia brasileira, disse nesta sexta-feira (24) o embaixador britânico em Brasília, Alexander Ellis, informou Agência Brasil.

    Depois de se reunir com o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, o diplomata afirmou que é estratégico reforçar as relações bilaterais e que o país continuará aberto a acolher imigrantes brasileiros qualificados.

    Para Ellis, a saída do Reino Unido do bloco econômico europeu muda o contexto, mas não diminui as relações diplomáticas do país. Segundo ele, as relações entre o país e o Brasil são antigas e continuarão a crescer.

    No encontro, o ministro da Fazenda e o diplomata britânico discutiram a situação política no Reino Unido e no Brasil e trataram da colaboração do Reino Unido em investimentos de infraestrutura e financiamento de projetos verdes, quando economias avançadas investem em países em desenvolvimento para compensarem créditos de emissão de gás carbônico.

    Em relação aos  imigrantes brasileiros, Ellis disse que nada mudará de imediato. Ele afirmou que o país continuará aberto a imigrantes com “talento”. “Há muitos [brasileiros] estudantes, pesquisadores e trabalhadores. O país tem uma forte tradição de abertura, recebeu Gilberto Gil, Caetano Veloso nos anos 60 e esperamos continuar a receber muitos talentos que o Brasil tem”, concluiu o embaixador.

    Tema:
    Brexit: reações e consequências (121)

    Mais:

    Brexit: 10 reações insólitas ao redor do mundo
    EUA avaliam impacto do Brexit para o TTIP
    Governo Brasileiro e Banco Central avaliam impactos sobre o país após referendo Brexit
    Temer indica Meirelles para avaliar efeitos do Brexit no Brasil
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik