12:30 20 Outubro 2020
Ouvir Rádio
    Mundo
    URL curta
    0 01
    Nos siga no

    Seis ex-soldados sérvios bósnios suspeitos de terem matado 27 bósnios muçulmanos durante a campanha sérvia para remover todos os não-sérvios dos territórios controlados durante a guerra da Bósnia (1992-1995) foram presos pela polícia nesta terça-feira (21).

    Um comunicado da procuradoria, os homens detidos no noroeste Bósnia são suspeitos de participar da expulsão, tortura e assassinatos da população muçulmana bósnia na região em 1992.

    Segundo a AP, os seis supostamente separaram 27 homens de suas famílias, torturaram-nos e os fizeram cavar suas próprias sepulturas em massa antes de matá-los e enterrá-los. 

    Após a guerra, os suspeitos supostamente recuperaram os restos mortais que puderam encontrar e os jogaram em um rio para encobrir o crime.

    Mais:

    Modelo da Playboy é presa por tentar assassinar chefe da máfia bósnia
    Bósnia e Kosovo fecham o cerco contra extremistas
    Kremlin: União Euroasiática avança na criação de zona de livre comércio com a Sérvia
    Tags:
    sérvios bósnios, bósnios muçulmanos, assassinatos, tortura, crimes de guerra, polícia, Guerra da Bósnia, Sérvia, Bósnia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar