20:50 28 Setembro 2021
Ouvir Rádio
    Mundo
    URL curta
    141
    Nos siga no

    O ministro da Defesa chinês expressou na sexta-feira a sua perplexidade com as declarações feitas recentemente pela parte japonesa em relação a um navio de guerra chinês que estaria navegando perto das águas territoriais do Japão.

    Na quinta-feira, o ministro das Relações Exteriores japonês apresentou queixa à Embaixada da China em Tóquio por um navio de inteligência chinês alegadamente ter se aproximado das águas territoriais do país, pela segunda vez nos últimos dois dias.

    De acordo com a mídia local, o navio militar da classe Dongdiao entrou na área contígua às águas territoriais do Japão perto da ilha de Kitadaito e deixou a zona uma hora mais tarde.

    “Vimos as informações relevantes da mídia japonesa. O navio de guerra chinês estava navegando em águas perto do Japão como parte da sua navegação ordinária, de acordo com todos os princípios indispensáveis da lei internacional. Estamos perplexos com esta especulação infundada no últimos dias contra as ações legítimas do navio militar chinês”, afirmou o ministro da Defesa da China.

    Na quarta-feira, Tóquio exprimiu a sua preocupação depois que jatos japoneses detectaram um navio de inteligência chinês navegando perto da ilha de Kuchinoerabu, que pertence ao Japão.

    Tóquio acusa repetidamente a Marinha chinesa em entrar as águas territoriais do Japão, em particular na zona contínua perto das ilhas disputadas de Senkaku, consideradas pelo Japão como parte da província de Okinawa.Em 2014, o Japão e a China acordaram reduzir as tensões sobre a área disputada, mas no ano passado navios chineses violaram repetidamente as águas territoriais do Japão nas ilhas de Senkaku.

    Tags:
    China, Japão, Ilhas Senkaku, navio de guerra, águas terriroriais, disputa territorial
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar