10:11 17 Agosto 2019
Ouvir Rádio
    Os protestos contra o encontro de Clude de Bilderberg em Telfs, Áustria, 13 de junho de 2015

    O ‘clube secreto’ ocidental mais poderoso avaliará relações com China e Rússia

    © AFP 2019 / Christian Bruna
    Mundo
    URL curta
    2418

    Os políticos, banqueiros, líderes influentes e chefes de grandes empresas globais reunirão na Alemanha na conferência anual de Bilderberg, que começa nesta quinta-feira (9).

    Os membros do "clube secreto" discutiram as questões globais, incluindo as relações com a China e a Rússia, bem como a crise migratória.

    O ex-secretário de Estado americano Henry Kissinger reunirá com o ex-diretor da CIA David H. Petraeus, o ex-chefe do Comando dos Estados Unidos para a Europa Philip M. Breedlove, o primeiro-ministro holandês Mark Rutte, o primeiro-ministro belga Charles Michel, o ex- chefe do MI6 britânico John Sawers e a chefe do FMI Christine Lagarde na 64ª conferência de Bilderberg, que terá lugar em 9-12 de junho de 2016 no Taschenbergpalais Hotel em Dresden, Alemanha.

    As conferências normalmente passam em ambiente secreto com forte apoio dos serviços de segurança e atraem regularmente manifestações que criticam o chamado encontro global de capitalistas ocidentais, políticos e acadêmicos que exercem grande poder por trás das cenas. 

    O ativista protesta contra o encontro de Clube de Bilderberg
    © AP Photo /
    O ativista protesta contra o encontro de Clube de Bilderberg

    O encontro tem o nome de: "Uma reunião anual destinada a promover o diálogo entre a Europa e América do Norte".

    Nenhum jornalista tem permissão de participar no encontro para fazer reportagem, no entanto, o clube conta com a presença de Richard Engel, chefe dos correspondentes estrangeiros da NBC News, John Micklethwait, editor-chefe da Bloomberg e Zanny Minton Beddoes, editor-chefe do The Economist.

    As conferências de Bilderberg são descritas como "secretas" e sem qualquer relatório ou resolução proposta no final dos encontros, sem quaisquer decisões tomadas ou declarações políticas divulgadas.

    Neste ano, entre os convidados para o encontro estarão: Eric Schmidt, presidente executivo da Alphabet Inc., a proprietária do Google; Michael O'Leary, presidente executivo da Ryanair; Thomas de Maizière, ministro alemão do Interior; Chris Hadfield, astronauta, e Thomas Enders, presidente executivo de Airbus Grupo.

    Entre os principais temas da agenda da Alemanha estarão: a China, a crise migratória na Europa, o Oriente Médio, a Rússia, as eleições nos Estados Unidos, a cibersegurança, a geopolítica dos preços da energia e outros.

    A primeira reunião teve lugar no Hotel De Bilderberg em Oosterbeek, Holanda, de 29 a 31 maio de 1954. Representantes de domínios económicos, sociais, políticos e culturais foram convidados para realizar debates informais e ajudar a estabelecer uma melhor compreensão dos problemas complexos e principais tendências que afetam as nações ocidentais no período do pós-guerra.

    Mais:

    Acordo secreto entre Poroshenko e FMI causa polêmica
    CIA e inteligência turca criam centro de coordenação secreto
    Ex-agente secreto alemão admite ter trabalhado para a CIA por ‘tédio’
    Tags:
    cibersegurança, empresários, policiais, reunião, secreto, encontro, Airbus, The Economist, NBC News, CIA, Google, FMI, Bilderberg, Christine Lagarde, Philip Breedlove, Mark Rutte, Europa, EUA, Dresden, Rússia, China, Alemanha
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar