18:43 15 Outubro 2021
Ouvir Rádio
    Mundo
    URL curta
    0527
    Nos siga no

    O envio do porta-aviões USS Nimitz Harry S. Truman para a região do Mediterrâneo Oriental é uma demonstração de poder dirigida à Rússia, escreve jornal norte-americano Wall Street Journal, citando fontes militares.

    Um responsável militar norte-americano, o contra-almirante Bret Batchelder, disse ao jornal na quarta-feira que a deslocação "disponibiliza a presença necessária no Mediterrâneo para controlar… os russos".

    O contra-almirante, a mais alta patente do porta-aviões, disse aos jornalistas, citado pelo The Wall Street Journal na terça-feira, que a deslocação do USS Harry S. Truman do Golfo Pérsico para o Mediterrâneo Oriental é "uma demonstração da nossa capacidade".

    Na sexta-feira passada (3) os EUA tinham lançado os primeiros caças para apoio à luta contra o Daesh a partir do porta-aviões estacionado no Mediterrâneo Oriental.  O grupo de ataque inclui o USS Harry S. Truman, a fragata de mísseis guiados USS Anzio e destroier USS Gonzalez.

    Na quarta-feira o Comando Europeu dos EUA (EUCOM) anunciou que o segundo grupo de ataque norte-americano tinha chegado ao Mediterrâneo para apoiar os interesses nacionais essenciais de segurança dos EUA na região.

    Mais:

    Presença crescente: EUA enviam segundo porta-aviões para Ásia
    Inflação aumenta custo de fornecimentos de porta-aviões nucleares dos EUA
    Tags:
    Rússia, EUA, Mar Mediterrâneo, USS Harry Truman, porta-aviões, deslocamento, presença militar, intensificar, capacidade militar
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar