10:44 10 Abril 2020
Ouvir Rádio
    Mundo
    URL curta
    191
    Nos siga no

    A lista das 200 pessoas mais ricas do mundo publicada pela Bloomberg integra 51 bilionários pertencentes aos países do BRICS.

    Um quarto dos bilionários pertence aos países do BRICS (um à África do Sul, 4 ao Brasil, 15 à Rússia, 8 à Índia e 13 à China). No entanto, como seria de esperar, a maior parte vive nos Estados Unidos (61).

    O mais rico representante do Brasil é Jorge Paulo Lemann, um empresário suíço-brasileiro. Segundo os dados da publicação, Lemann controla o maior produtor de cerveja do mundo, a empresa Anheuser-Busch InBev, com dois parceiros — Marcel Telles e Beto Sicupira. No Brasil, eles são proprietários do grupo varejista Lojas Americanas e da imobiliária São Carlos. A fortuna de Jorge Paulo Lemann é estimada em $30 bilhões (R$106,8 bilhões).

    O homem mais rico da China é Jack Ma ($33,2 bilhões, ou R$118,2 bilhões), o fundador do Alibaba, a maior rede chinesa de comércio online. A empresa sediada em Hangzhou controla inúmeros sites, incluindo o Taobao, o maior site de vendas on-line da China. O grupo tem mais de 400 milhões de clientes ativos em mais de 190 países. Jack Ma possui também uma cota-parte do serviço de pagamentos online Alipay.

    Quanto aos russos, o mais rico é Vladimir Potanin, proprietário do grupo de empresas Interros e CEO da Norilsk Nickel, que ocupa o 56° lugar na lista ($ 14,7 bilhões, ou seja, R$52,3).

    Relativamente aos norte-americanos, o primeiro no ranking é o proprietário da corporação Microsoft, Bill Gates ($85,6 bilhões, ou R$ 304,8).

    No segundo lugar está o bilionário Amancio Ortega ($72,7 bilhões, ou seja, R$258,9), detentor das marcas de vestuário e têxteis Zara, Massimo Dutti, Bershka, Oysho, Pull and Bear, Zara Home, Stradivarius e Uterque.

    O maior investidor americano, Warren Buffett, fecha o TOP-3, com uma fortuna estimada em $66,6 bilhões (R$ 237,1 bilhões).

    Mais:

    Moscou é a terceira cidade do mundo em número de bilionários
    Europa está pronta para cooperar com BRICS
    Especialista: Banco dos BRICS poderá financiar projetos importantes em áreas carentes
    Tags:
    ranking, bilionários, BRICS, Brasil, China, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar