03:28 12 Abril 2021
Ouvir Rádio
    Mundo
    URL curta
    166
    Nos siga no

    O presidente da Bolívia, Evo Morales, em entrevista exclusiva à agência Sputnik, declarou que aprendeu com Fidel Castro, Hugo Chavez, Luiz Inácio Lula da Silva e Nestor Kirchner.

    "Na América Latina eu aprendi muito com Fidel. Muito no plano político, ideológico. Acima de tudo, sobre esta resistência. Com Chávez, aprendi a levantar a voz, nunca calar (…) Com Lula Tenho uma relação permanente. Kirchner foi como um irmão, um vizinho sul-americano e também um amigo", disse ele.

    Morales lembrou que certa vez Kirchner "o chamou e até mesmo disse publicamente: 'Evo, se não querem investir em petróleo, me chama, eu invisto, vamos investir".

    "Eles são companheiros que nós nunca esqueceremos", disse ele.

    O presidente também observou que a "Unasul me salvou de um golpe de Estado, com Bachelet, que estava na presidência temporariamente da Unasul".

    "Nós derrotamos o separatismo, nós derrotamos o golpismo, temos derrotou agressões econômicas, batalhas econômicos da direita, para que os governos de esquerda não tenham dinheiro", disse ele.

    Mais:

    Evo Morales se prepara para desembarcar em Cuba
    Evo Morales denuncia ‘contradição’ do Chile sobre suposta base militar na fronteira
    Evo Morales acusa Obama de dividir Aliança Bolivariana
    Papa Francisco se encontrará com Evo Morales em Roma
    Evo Morales pede cúpula da Unasul em defesa de Dilma e Lula
    Tags:
    golpe, esquerda, Hugo Chávez, Néstor Kirchner, Evo Morales, Brasil, Bolívia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar