19:20 23 Agosto 2019
Ouvir Rádio
    O presidente da Bolívia, Evo Morales, toca címbalos durante carnaval em Oruro, em 6 de fevereiro

    Bolívia: estamos sempre ao lado da Rússia

    © AFP 2019/ AIZAR RALDES
    Mundo
    URL curta
    2254

    Líder boliviano, entrevistado pela Sputnik abordou, entre outros, o assunto da Crimeia.

    A Rússia pode contar com apoio da Bolívia no que diz respeito ao reconhecimento da Crimeia, disse o presidente do país Evo Morales, entrevistado pela RIA Novosti.

    "Perante qualquer agressão norte-americana, estamos sempre ao lado da Rússia. Seja essa agressão política, econômica, territorial ou militar, o país (a Rússia) pode contar com a Bolívia e com nosso apoio integral", disse Morales, respondendo a uma pergunta sobre a possibilidade de seu país tomar passos adicionais para evidenciar o reconhecimento da Crimeia como território da Rússia por parte de La Paz.

    "Estamos completamente em desacordo com a política dos EUA na América Latina e não ficamos calados. Graças à unidade do povo boliviano, que foi conseguida devido à libertação da influência da embaixada norte-americana quanto aos assuntos políticos, e do FMI nos assuntos econômicos, o país está muito melhor. E o povo apoia. Somos anti-imperialistas e apoiamos todos os esforços dos outros países anti-imperialistas. Em primeiro lugar, da Rússia, a qual respeitamos e admiramos", acrescentou.

    Mais:

    Evo Morales acusa Obama de dividir Aliança Bolivariana
    Evo Morales pede cúpula da Unasul em defesa de Dilma e Lula
    Evo: 'Bolívia não é colônia ianque'
    Chanceler da Bolívia reivindica em Moscou saída soberana ao mar
    Mercosul, com Bolívia, será quinta economia do mundo
    Tags:
    exclusivo, entrevista, Evo Morales, EUA, Crimeia, La Paz, Rússia, Bolívia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar