18:46 16 Dezembro 2017
Ouvir Rádio
    Iraque, militares iraquianos observam ataque aéreo da coalizão liderada pelos EUA às posições do Daesh em Fallujah

    Iraque adia ataque a Fallujah 'para proteger civis'

    © AP Photo/ Rwa Faisal
    Mundo
    URL curta
    451

    O primeiro-ministro iraquiano, Haider al-Abadi, anunciou nesta quarta-feira (1º) o adiamento do ataque a Fallujah, contra os militantes do Daesh (autodenominado Estado Islâmico) devido a temores em relação à segurança dos civis na cidade.

    "Teria sido possível encerrar a batalha rapidamente se proteger os civis não estivesse entre nossas prioridades", disse Abadi, citado pela Reiters, a comandantes militares em uma sala de operações perto da linha de frente, em um vídeo transmitido pela televisão estatal. "Graças a Deus, nossas unidades estão nos arredores de Fallujah e a vitória está ao alcance", acrescentou o premiê.

    A decisão de Abadi foi tomada dois dias depois de tropas de elite iraquianas terem se espalhado pelas imediações do sul rural da cidade, a segunda maior do país, controlada pelos jihadistas desde 2014.

    Acredita-se que ainda haja 50 mil civis presos em Fallujah. Os militantes do Daesh estão usando centenas de pessoas como escudos humanos no centro da cidade, segundo alertou a ONU.

    Mais:

    Pelo menos 20.000 crianças estão em perigo em Fallujah
    ONU preocupada com situação de civis em Fallujah
    Iraque anuncia início de ofensiva para retomar Fallujah do Daesh
    Tags:
    escudo humano, civis, batalha, ofensiva, ataque, Estado Islâmico, Daesh, ONU, Haider al-Abadi, Fallujah, Iraque
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik