23:00 24 Junho 2018
Ouvir Rádio
    Líder norte-coreano Kim Jong Un em Pyongyang (dezembro de 2015)

    Moscou acusa Coreia do Norte de violar resoluções com novo teste (fracassado) de míssil

    © REUTERS / KCNA
    Mundo
    URL curta
    212

    O Ministério das Relações Exteriores da Rússia descreveu a mais recente tentativa da Coreia do Norte de lançar um míssil balístico como uma nova violação das resoluções do Conselho de Segurança da ONU.

    "Nossa atitude é clara: quaisquer lançamentos com o uso de tecnologias balísticas são proibidos pelas resoluções do Conselho de Segurança da ONU", afirmou o vice-chanceler russo Igor Morgulov nesta terça-feira (31). "É por isso vamos caracterizar isso [o lançamento fracassado norte-coreano] como outra violação das resoluções existentes do Conselho de Segurança", reforçou.

    Ontem (30) à noite, a agência de notícias sul-coreana Yonhap informou que a Coreia do Norte havia realizado na manhã desta terça-feira (31) – pelo horário de Pyongyang – uma tentativa malsucedida de lançar um míssil balístico de médio alcance.

    A tensão na península se intensificou no início do ano, depois que Pyongyang anunciou ter realizado o lançamento de um foguete equipado com satélite. O evento foi considerado pela comunidade internacional como um teste velado de mísseis balísticos.

    Em resposta, na tentativa de reprimir o programa nuclear norte-coreano, o Conselho de Segurança da ONU aprovou uma resolução aumentando o isolamento econômico do país asiático. A medida, no entanto, provocou uma escalada ainda maior das tensões, com o líder norte-coreano Kim Jong-un ordenando preparativos para novos testes de mísseis e foguetes, sob o pretexto de aumentar a segurança contra a agressão de inimigos externos.

    Mais:

    Japão em alerta militar frente a ameaça de mísseis balísticos norte-coreanos
    Por que razão ‘cenário iraniano’ de Clinton não funciona na Coreia do Norte?
    Trump promete abordar questão nuclear com líder da Coreia do Norte
    Coreia do Norte prova: com ou sem sanções, o desenvolvimento continua
    Tags:
    resolução, violação, falha, míssil balístico, teste, Conselho de Segurança da ONU, Kim Jong-un, Igor Morgulov, Pyongyang, Moscou, Coreia do Norte, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik