03:02 23 Agosto 2017
Ouvir Rádio
    Jens Stoltenberg, secretário-geral da OTAN

    Enviado russo: Rússia tem forte apreço pela não adesão da Finlândia e Suécia à OTAN

    © AP Photo/ Virginia Mayo
    Mundo
    URL curta
    171249102

    O representante permanente da Rússia na OTAN, Aleksandr Grushko, declarou que a não adesão da Finlândia e da Suécia à aliança do Norte garante certa estabilidade em regiões considerados importantes para a garantia de segurança da Rússia.

    “Nós sempre apreciamos fortemente a política da não adesão militar da Finlândia e da Suécia, que deu e continua lhes dados vantagens óbvias do ponto de vista de garantia da própria segurança” – disse Grushko respondendo a perguntas de jornalistas russos em Bruxelas, ao fim de uma reunião de dois dias dos chefes das diplomacias dos países-membros da OTAN.

    Durante o segundo dia deste encontro, a aliança do Norte debateu o assunto da cooperação com a União Europeia, mediante a participação do alto representante da UE para assuntos estrangeiros Federica Mogherini e os chanceleres da Finlândia e da Suécia.

    “Atualmente, a arquitetura de interação entre países e organizações internacionais permite, mediante a vontade política, escolher diversas formas de cooperação na luta contra novas ameaças e provocações. Consideramos que essa política de não adesão, de não participação em alianças militares foi no decorrer de muitos anos uma garantia de segurança e estabilidade [para Finlândia e Suécia], e temos a certeza de que a sua demanda continua em alta” – disse Grushko.

    “Quanto a sua participação em diversos tipos de ações internacionais, avaliamos isso como algo totalmente de acordo com o direito internacional. E é claro que nós não podemos nos preocupar, por exemplo, com o fato de a Suécia ter participado da campanha na Líbia, que foi realizada pela OTAN mediante uma flagrante violação da referida resolução do Conselho de Segurança da ONU” – acrescentou o enviado russo.

    Tags:
    OTAN, Federica Mogherini, Aleksandr Grushko, Rússia, Suécia, Finlândia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik