22:47 20 Janeiro 2018
Ouvir Rádio
    Rebeldes da Jaysh al-Islam, organização considerada terrorista pelos governos de Síria, Rússia, Irã e Egito

    Deputado francês condena massacre perpetrado por 'terroristas moderados' em Al-Zara

    © AFP 2018/ ZEIN AL-RIFAI / ALEPPO MEDIA CENTRE
    Mundo
    URL curta
    221

    O deputado socialista francês Gérard Bapt, presidente do grupo de amizade França-Síria na Assembleia Nacional, condenou duramente em entrevista à Sputnik o ataque terrorista realizado em Al-Zara na última quinta-feira, 12.

    O massacre em questão foi perpetrado por membros do Ahrar ash-Sham e do Jaysh al-Islam, grupos que o Conselho de Segurança da ONU se recusou a reconhecer como organizações terroristas, após EUA, Reino Unido, Ucrânia e França votarem contra a proposta russa para esse fim. 

    "Gérard Bapt, presidente do Grupo de Amizade França-Síria na Assembleia Nacional, condena a morte de famílias alauitas da vila de Al-Zara, na província de Hama, perpetrado por grupos terroristas que concordaram com o cessar-fogo", afirmou o político. 

    Bapt destacou que enquanto os homens de Al-Zara foram mortos, cerca de 115 mulheres e crianças foram raptadas e levadas para Al-Rastan.   

    "A recente iniciativa para oficialmente incluir a Ahrar ash-Sham e a Jaysh al-Islam na lista de organizações terroristas não foi apoiada pelo Conselho de Segurança da ONU devido ao fato de que cinco países ocidentais não concordaram. Os governos desses países, incluindo o governo francês, devem adotar medidas apropriadas em Riad, e no contexto do Comitê de Altas Negociações em Viena, para garantir a imediata libertação dos civis que foram levados como reféns", declarou o deputado. 

    Mais:

    EUA demitem general responsável pelo fracassado treinamento de 'rebeldes moderados’ sírios
    Terroristas “moderados” da Síria recebem “todo tipo de ajuda estrangeira”, diz ministro
    Tags:
    grupos moderados, terrorista, Assembleia Nacional da França, Conselho de Segurança da ONU, Jaysh al-Islam, Ahrar ash-Sham, ONU, Gérard Bapt, Ucrânia, Reino Unido, Al-Rastan, Al-Zara, Riad, Viena, Rússia, EUA, França, Síria
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik