02:07 21 Maio 2018
Ouvir Rádio
    Em 2014 governo turco baniu o uso nacional do Twitter

    Manobra de ré depois de piada inoportuna

    © AFP 2018/ OZAN KOSE
    Mundo
    URL curta
    Turquia abate bombardeiro russo na Síria (115)
    8213

    O parlamentar que, zangado pela vitória do time de basquete russo CSKA sobre o turco Fenerbahce na partida de 15 de maio na final da Liga Europeia, queria derrubar mais um avião russo recebe fortes críticas por parte de seus compatriotas e tenta recuperar sua imagem nas redes sociais.

    O deputado Samil Tayyar, que expressou anteriormente no seu Twitter o desejo de abater mais um avião russo, foi obrigado a comentar sua postagem anterior, chamando-a de "brincadeira", depois de vários usuários das redes sociais lançarem críticas rígidas à sua postura.

    “O avião foi derrubado, o turismo morreu, os negócios estão sendo arruinados. Mas ele parece estar gostando”, diz um dos comentários.

    A recente atividade na web do parlamentar foi considerada como inaceitável para um político: "Pede a demissão! Por causa de tais [políticos] como você, o país não tem mais amigos", "Estadista deste tipo – é um traidor", "Enquanto existirem tais políticos, esperar que venha a paz – é uma ilusão", "Se você me representa, se representa meu povo e meu país – então não faço parte nem deste povo, nem deste país". "Que vergonha!", concluem vários usuários. Outros comentários exigem que o deputado seja processado por suas declarações.

    Um dos usuários da região do deputado, na cota da qual se elegeu, chamou o membro do legislativo de "palhaço" por não poder defender sua própria terra. "Kilis (cidade no sudeste da Turquia alvo dos jihadistas do Daesh, organização terrorista proibida na Rússia) é bombardeada diariamente".

    Tornando-se alvo de reprovações, o deputado foi obrigado de distanciar-se de suas palavras agressivas para melhorar sua imagem na web.

    "Sendo uma pessoa que considera errado o abatimento do caça russo, como é que posso defender um outro erro? Como causou tão grande polêmica, tenho que pronunciar-me – foi uma brincadeira", comentou o legislador. "Foi apenas uma brincadeira, rapaziada, relaxem", concluiu.

    Recorde-se que, em 24 de novembro de 2015, um Su-24 russo foi abatido por um caça F-16 turco sobre o território da Síria e caiu a quatro quilômetros da fronteira turca. A tripulação do bombardeiro russo se ejetou e um dos dois pilotos, o tenente-coronel Oleg Peshkov, foi morto a tiros a partir do solo. O copiloto sobreviveu.

    Vladimir Putin classificou o abate como "um golpe nas costas por parte de pessoas que apoiam os terroristas" e assinou um decreto sobre a aplicação de restrições especiais contra a Turquia.

    Tema:
    Turquia abate bombardeiro russo na Síria (115)

    Mais:

    Turquia absolve assassino do piloto do Su-24 abatido
    ‘Somos injustos com os russos’: Daesh, e não Rússia, ameaça a Turquia
    Número de turistas russos na Turquia cai drasticamente
    Mídia turca possui testemunho do assassino do piloto russo
    General turco se desculpa por incidente com Su-24 russo
    ‘OTAN deve excluir Turquia da aliança por traição’
    Tags:
    esportes, parlamento, basquete, caça, redes sociais, deputado, Su-24, Fenerbahçe, Twitter, CSKA, Turquia, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik