07:50 22 Outubro 2021
Ouvir Rádio
    Mundo
    URL curta
    0021
    Nos siga no

    O ministro estoniano da Defesa, Hannes Hanso, declarou neste domingo (15) que os pesados equipamentos militares dos aliados da OTAN devem permanecer o mais perto possível da Estônia para garantir a segurança do país contra a Rússia.

    Nas palavras do ministro, os equipamento da aliança precisam permanecer não mais longe do que a mil milhas de seu país.

    “Queremos que os pesados equipamentos militares dos aliados permaneçam em caráter permanente não mais distante do que a mil milhas de nós. Da nossa parte, trabalhamos juntamente com a Letônia e a Lituânia para garantir aos aliados um regime de fácil locomoção através das nossas fronteiras, bem como oferecer-lhes um excelente apoio” – disse Hanso ao discursar em Tallin durante uma conferência internacional que leva o nome do ex-presidente da Estônia Lennart Meri.

    Nas palavras do ministro, não existem perspectivas de curto prazo para a melhora da situação com a segurança da região do Báltico. Segundo ele, a próxima reunião da OTAN em Varsóvia decidirá o possível aumento da presença de exércitos da OTAN nas suas fronteiras orientais. “Nossa região precisa de grandes exércitos dos aliados” – destacou o ministro.

    Tags:
    Estônia, OTAN, equipamentos militares, presença militar
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar