04:47 23 Setembro 2020
Ouvir Rádio
    Mundo
    URL curta
    0 61
    Nos siga no

    Chuck Hagel, que entre anos 2013 e 2015 ocupou o posto do secretário da Defesa dos EUA, chamou o próximo presidente do seu país a retomar o diálogo com o presidente russo, Vladimir Putin.

    Hagel dirigiu este apelo ao próximo chefe de Estado, que ocupará o posto em novembro de 2016, durante um encontro com a imprensa, organizado pelo Conselho do Atlântico Norte, realizado em Washington.

    "Uma das primeiras tarefas do próximo presidente, a meu ver, é começar as negociações com Vladimir Putin. Provavelmente haverá quem não goste disso, mas nós sabemos bastante bem que o presidente Putin só decide as questões ao nível de líderes do país," disse.

    O ex-militar opinou também que "a Rússia enfrenta sérios problemas internos" e, por isso, na sua opinião, no futuro ela "não poderá continuar a manter o que está sendo feito ao mesmo nível". Hagel referia-se aqui à operação da Força Aeroespacial da Rússia na Síria.

    Mesmo assim, ele notou que o que acontece atualmente “causa danos aos interesses nacionais” dos EUA.

    "Até que seja começado o diálogo ao nível de líderes sobre daquilo que cada lado precisa e o que deve ser feito para atingir isso, a guerra por procuração que de fato vemos na Síria e no Oriente Médio continuará", sublinhou.

    Enquanto isso, Hagel negou dirigir as suas palavras a um candidato presidencial concreto, embora o número destes seja agora apenas três: Donald Trump, Hillary Clinton e Bernie Sanders.

    Atualmente Trump tem 1.059 votos de delegados, dos 1.237 necessários para ganhar entre seus colegas de partido; Clinton e Sanders têm  1.716 e 1.430 respectivamente dos 2.383 necessários.

    Tags:
    cooperação, Pentágono, Vladimir Putin, Chuck Hagel, Oriente Médio, Rússia, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar