16:14 26 Setembro 2020
Ouvir Rádio
    Mundo
    URL curta
    111
    Nos siga no

    União Europeia considera alternativas para chegar a um acordo com o governo turco sobre os fluxos migratórios, uma das quais consiste em usar as ilhas gregas como centros de recepção, comunica o jornal alemão Bild.

    As ilhas do mar Egeu poderiam se tornar centros temporários de recepção dos migrantes caso o acordo com a Turquia de 6 bilhões de euros($6.8) fracassar. Neste caso, a EU enviará o dinheiro para Atenas, comunicou o Bild na terça-feira (10). 

    As representantes da UE estão elaborando planos de contingência devido à possibilidade crescente de que a Turquia não cumpra as condições do acordo migratório, celebrado em novembro na sequência de negociações entre o antigo primeiro-ministro turco Ahmet Davuoglu e o Conselho da União Europeia. 

    O acordo inclui 72 requisitos que devem ser cumpridos pela Turquia para receber o pacote de ajuda financeira de 6 bilhões de euros, acelerar o processo de adesão à UE e obter a isenção de vistos para os cidadãos da Turquia na Zona Schengen. A União Europeia quer que a Turquia controle as suas fronteiras e evite a migração ilegal para a Europa. 

    Um comissário da UE disse no domingo (8) ao Bild que, como resultado da apreensão da Turquia de aderir ao acordo e das ameaças de Erdogan de abrir as fronteiras, foram efetuados preparativos para a busca de outras resoluções, umas das quais consiste em usar as ilhas da Grécia para alojar os migrantes.

    Os seis bilhões de euros prometidos à Turquia para pagar o alojamento dos requerentes de asilo serão enviados para Atenas, e os ferries das ilhas serão suspensos para o continente, comunica o Bild. 

    Karl-George Wellman, um representante da União Democrata-Cristã encabeçada por Merkel, acrescentou que o controle das fronteiras da UE deve ser a prioridade principal. 

    “Em caso algum devemos deixar de tomar as devidas precauções: proteger as fronteiras da UE e tratar os pedidos de asilo localmente nas ilhas, mas não no continente, e deportar as pessoas que não são refugiados” disse o político ao Bild.

    Mais:

    Trump diz que Grã-Bretanha ficaria melhor sem a UE
    Mídia revela que EUA causam forte pressão econômica sobre UE
    Tags:
    alojamento, migrantes, política migratória, controle, ajuda financeira, acordo, Bild, Conselho da Europa, Ahmet Davutoglu, Turquia, UE, Grécia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar