03:29 20 Outubro 2021
Ouvir Rádio
    Mundo
    URL curta
    0224
    Nos siga no

    As perdas do Exército dos Guardiães da Revolução Islâmica na Síria nos últimos dias são de 13 mortes e 21 feridos, disse no sábado à agência ISNA o representante oficial do Exército, Ali Rezai.

    Segundo ele, “foram mortos conselheiros militares iranianos”, cujos nomes serão publicados em breve. De acordo com as informações da AFP, os conselheiros iranianos morreram em confrontos nos arredores de Aleppo.

    Navio de guerra iraniano Alborz no Estreito de Ormuz
    © AP Photo / Agência de Notícias Fars, Mahdi Marizad
    O vice-ministro das Relações Exteriores iraniano, Hossein Amir Abdollahian, informou em 5 de maio à agencia RIA Novosti que o Exército dos Guardiães sofreu baixas na Síria, sem esclarecer pormenores. Abdollahian disse que na Síria não há tropas iranianas ou forças especiais, trata-se somente de conselheiros militares.

    O vice-chanceler iraniano destacou também que o Irã está aumentando o número dos seus especialistas militares na Síria devido à intensificação da luta contra o terrorismo. Os especialistas permanecerão no país enquanto isso for desejo de Damasco.

    Tags:
    Irã, Síria, conselheiros, militares, luta, terrorismo
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar