15:26 29 Outubro 2020
Ouvir Rádio
    Mundo
    URL curta
    0 40
    Nos siga no

    Ativistas da organização Humane Society International resgataram mais de 200 cães de diferentes raças - huskies siberianos, rottweilers e tosas japoneses, entre outros - de uma fazenda na cidade de Wonju (Coreia do Sul), onde os animais, confinados em gaiolas desde o nascimento até a morte, servem de comida para seres humanos.

    Segundo informa o Daily Mail nesta quinta-feira (28), o grupo está pronto para transportar os cães por via aérea para os Estados Unidos e o Canadá. Uma vez nestes países, eles serão enviados para diferentes abrigos de animais.

    Algumas estimativas indicam que os sul-coreanos consomem entre 1,5 e 2,5 milhões de cães por ano, mas nas novas gerações o consumo de carne canina tem diminuído drasticamente.

    Mais:

    Coreia do Sul: Norte deve ser pressionado para acabar com ensaios nucleares
    Pyongyang terminará testes nucleares se EUA encerrarem exercícios com a Coreia do Sul
    Coreia do Sul e EUA iniciam exercícios navais e provocam tensão com Coreia do Norte
    Tags:
    carne, consumo, cachorros, cães, Canadá, EUA, Coreia do Sul
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar