02:00 21 Maio 2018
Ouvir Rádio
    Jazida de petróleo de Rmeilane, na província de Hasakeh, na Síria

    Roubo de petróleo é a principal fonte de receitas dos jihadistas na Síria

    © AFP 2018 / YOUSSEF KARWASHAN
    Mundo
    URL curta
    106

    O vice-ministro da Defesa russo declarou que o desvio de petróleo na Síria é a principal fonte de receitas dos grupos terroristas ativos no país.

    Anatoly Antonov fez a respectiva declaração na véspera da Conferência Internacional sobre Segurança, que será realizada em Moscou entre 26 e 28 de abril, no ar do canal de TV Rossiya 24.

    "Após o forte golpe assestado contra os terroristas na Síria, foram destruídos armazéns de armas, pessoal e estruturas militares, foi minada a sua estrutura econômica. É claro para todos que onde primeiramente eles obtêm dinheiro é com o roubo do petróleo sírio", disse.

    De acordo com os dados do Ministério da Defesa russo divulgados mais cedo, o grupo terrorista Daesh obtém anualmente cerca de 2 bilhões de dólares com a venda de petróleo a partir dos territórios ocupados na Síria, sendo estes fundos utilizados na contratação de militantes de todo o mundo e na compra de armas para os  equipar.

    Atualmente, no país está em vigor o cessar-fogo, apoiado por Damasco bem como pela maioria dos grupos da oposição. O Daesh e a Frente al-Nusra (grupos terroristas proibidos na Rússia) não aceitaram o acordo.

    Mais:

    Turquia abastece Daesh com tudo em troca de petróleo (VÍDEO)
    Cerca de 100 refinarias desmanteladas podem estar nas mãos do Daesh
    Daesh rouba 50 bilhões de barris de petróleo na Síria
    Tags:
    financiamento, petróleo, terrorismo, Daesh, Anatoly Antonov, Síria
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik