06:39 17 Agosto 2017
Ouvir Rádio
    Militante do Daesh em Mosul, Iraque

    Daesh congela 45 desertores no Iraque

    © REUTERS/ Stringer/Files
    Mundo
    URL curta
    Crueldades do Daesh (33)
    82278314

    O Daesh matou 45 combatentes como um aviso para os potenciais desertores. Em uma tentativa de fazer as execuções ainda mais aterrorizantes, os terroristas trancaram os seus desertores em um congelador por um dia.

    De acordo com a agência de notícias iraquiana Al Sumaria News, 45 militantes do Daesh tentaram fugir do campo de batalha durante os recentes combates no Iraque. Os desertores foram executados ficando presos em congeladores do necrotério de Mossul durante 24 horas, condenados a uma morte lenta e agonizante. Os seus corpos seriam, em seguida, estendidos ao longo dos lados da estrada nas entradas da cidade, servindo de aviso para qualquer outro lutador que pode ter segundos pensamentos.

    Os comandantes do Daesh estão recorrendo a formas mais brutais de meter medo do que antes, quando as forças do governo iraquiano estão retomando grandes cidades e, lentamente, empurrando os terroristas em direção à fronteira com a Síria. 

    Enquanto o grupo terrorista perde o território aos seus adversários, bem como o dinheiro devido aos ataques aéreos à sua infraestrutura de petróleo, muitos dos combatentes desertam. O Daesh sujeita frequentemente os seus cativos a métodos de execução horríveis e elaborados – e os filma como parte da sua campanha de propaganda. 

    De acordo com relatos da mídia, os seus métodos selvagens incluem fazer homens afogar em uma piscina dentro de uma gaiola, pôr cintas explosivas nas cabeças dos homens ajoelhados e queimar os reféns vivos em gaiolas.

    O grupo terrorista Daesh (proibido na Rússia e reconhecido como terrorista pelo Brasil) autoproclamou-se "califado mundial" em 29 de junho de 2014, tornando-se imediatamente uma ameaça explícita à comunidade internacional e sendo reconhecido como a ameaça principal por vários países e organismos internacionais.

    Tema:
    Crueldades do Daesh (33)

    Mais:

    Brasileiros ameaçam terroristas do Daesh no WhatsApp
    Daesh realiza 10 ataques com armas químicas em apenas seis semanas
    Parlamento britânico: ações do Daesh na Síria são genocídio
    Som de cabeças cortadas caindo no chão é o mínimo que prisioneiros do Daesh sofriam
    Tags:
    desertores, Daesh, Mossul, Iraque
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik