23:16 24 Agosto 2019
Ouvir Rádio
    Líder da Coreia do Norte, Kim Jong Un, vâ lançamento de foguete (foto de arquivo)

    EUA rastreiam possível lançamento de míssil da Coreia do Norte

    © REUTERS / KCNA
    Mundo
    URL curta
    5184

    O míssil balístico norte-coreano lançado de um submarino não representou ameaça à América do Norte, informou o Comando Estratégico dos EUA neste sábado.

    Os militares americanos detectaram o possível lançamento de um míssil por parte de um submarino da Coreia do Norte, informou o Comando Estratégico dos EUA neste sábado.

    Mais cedo, os Chefes de Gabinete da Coreia do Sul declararam, segundo a imprensa local, que a Coreia do Norte disparou um míssil balístico de um submarino localizado na costa leste do país.

    “Sistemas do Comando Estratégico dos EUA (USSTRATCOM) detectaram e rastrearam o que avaliamos como um lançamento de míssil realizado por um submarino norte-coreano no Mar do Japão às 4:29 a.m. CDT”, diz um comunicado do Comando Estratégico.

    Segundo o Comando de Defesa Aeroespacial Norte-Americano, o míssil norte-coreano não representou ameaça à América do Norte.

    “Os homens e mulheres do USSTRATCOM, do NORAD e do Comando do Norte dos EUA e do Comando do Pacífico dos EUA continuam vigilantes diante das provocações norte-coreanas e estão inteiramente comprometidos a trabalhar de perto com a República da Coreia e aliados japoneses para manter a segurança”, diz o comunicado.

    A tensão na Península da Coreia aumentou após a Coreia do Norte realizar com sucesso um teste com uma bomba de hidrogênio em janeiro. No mês seguinte, o país colocou em órbita um satélite, violando resoluções do Conselho de Segurança da ONU. A manobra foi condenada pela comunidade internacional.

    No dia 14 de abril, a agência Yonhap, citando fontes militares e do governo, informou que a Coreia do Norte havia posicionado um ou dois mísseis balísticos Musudan, de médio alcance, em sua costa leste. No dia seguinte, os Chefes de Gabinete da Coreia do Sul afirmaram que o Norte havia tentado um lançamento, mas que a tentativa havia falhado.

    Mais:

    Coreia do Norte acusa EUA de ameaça nuclear
    CS da ONU condena lançamento de míssil balístico pela Coreia do Norte
    Coreia do Norte pode ter retomado produção de plutônio
    Coreia do Norte realiza lançamento malsucedido de míssil balístico
    Tags:
    tensão, ameaça, rastreamento, monitoramento, míssil balístico, Comando Estratégico dos EUA, NORAD, EUA, Coreia do Sul, Coreia do Norte
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar