06:08 22 Agosto 2017
Ouvir Rádio
    Manifestantes carregam bandeiras turcas durante a cerimónia de comemoração do 92 aniversário do Dia de República, Ancara, Turquia, 29 de outubro de 2015

    Comitê contra tortura da ONU investiga violação dos direitos humanos na Turquia

    © AFP 2017/ ADEM ALTAN
    Mundo
    URL curta
    0 38582

    O Comitê das Nações Unidas contra a Tortura deve investigar a deterioração da situação dos direitos humanos na Turquia. A informação é da organização Human Rights Watch (HRW).

    "Ao lado da fragilidade dos mecanismos de responsabilização por irregularidades cometidas por funcionários do Estado e membros das forças de segurança, a Turquia nos últimos anos introduziu leis problemáticas dando mais poderes à polícia para deter indivíduos sem supervisão judicial e aumentando assim o risco de maus-tratos e detenção arbitrária", afirma a ONG, em comunicado nesta sexta-feira (22). 

    A HRW observou que houve "um aumento significativo da intolerância do governo e das crescentes restrições à liberdade de expressão desde a última avaliação da comissão da ONU da Turquia em 2013”. 

    A organização também expressou preocupação com um aumento da impunidade em casos de tortura, desaparecimentos forçados e execuções extrajudiciais pelas forças de segurança. Ele observou que há casos da década de 1990 contra os curdos que nunca foram processados.

    Mais:

    Rússia está preocupada com degradação de direitos da mídia na Turquia
    Jornalistas brasileiros repudiam censura e expulsão de diretor da Sputnik na Turquia
    Departamento de Estado recusa comentar a situação da Sputnik na Turquia
    Turquia considera chefe da redação turca da Sputnik ameaça à segurança nacional
    Tags:
    liberdade de expressão, tortura, direitos humanos, ONU, Human Rights Watch, Turquia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik