18:23 23 Agosto 2017
Ouvir Rádio
    Navios militares da OTAN participam dos exércicios no mar Negro, 16 de março de 2016

    OTAN pretende ter presença 'mais persistente' no Mar Negro

    © AFP 2017/ DANIEL MIHAILESCU
    Mundo
    URL curta
    5662112

    A cooperação entre os países membros da OTAN da região do Mar Negro, que inclui a Bulgária, Romênia e Turquia, com a assistência dos Estados Unidos, será a "chave para os desafios de segurança". A declaração é do vice-secretário-geral OTAN, Alexander Vershbow.

    Segundo ele, a Aliança do Norte deve considerar uma presença militar "mais persistente" na região do Mar Negro, com foco em capacidades marítimas. 

    "Precisamos considerar uma presença militar mais persistente da OTAN na região (Mar Negro) — com um foco particular em nossas capacidades marítimas — uma presença que deve ser robusta, certamente, mas também com uma postura defensiva, não permanente, e em conformidade com a Convenção de Montreux, que regula e limita o trânsito de navios de guerra estatais no Mar Negro através do Bósforo e de Dardanelos”, disse Vershbow nesta sexta-feira (22) em um discurso citado no site oficial da organização. 

    Ele acrescentou que a aliança já aplicou uma série de medidas de garantia na região, como a intensificação das patrulhas marítmas da OTAN no Mar Negro, voos de vigilância na região e a presença do Corpo de Fuzileiros Navais dos EUA no mar na Romênia.

    De acordo com Vershbow, a cooperação entre os países membros da OTAN da região do Mar Negro, compreendendo a Bulgária, a Romênia e a Turquia, com a assistência dos Estados Unidos, será a "chave para os desafios de segurança" na região. 

    Mais:

    Conflito territorial divide nações da OTAN
    Ucrânia incentiva OTAN a aumentar presença no mar Negro
    Rússia indica para OTAN que o apoio a Kiev apenas corrobora com a guerra na Ucrânia
    Tensões OTAN-Rússia permanecerão durante dois anos no mínimo
    Chefe da OTAN destaca importância de comunicação militar com a Rússia
    Tags:
    presença militar, OTAN, Alexander Vershbow, Mar Negro, Turquia, União Europeia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik