15:06 06 Dezembro 2019
Ouvir Rádio
    A agência Sputnik

    Turquia considera chefe da redação turca da Sputnik ameaça à segurança nacional

    © Sputnik / Konstantin Chalabov
    Mundo
    URL curta
    0 22
    Nos siga no

    A decisão de proibir a entrada no país do chefe da redação turca da Sputnik, Tural Kerimov, foi tomada pelo Serviço de Segurança do país, disse o vice-primeiro-ministro da Turquia, Numan Kurtulmus, na quarta-feira.

    Tural Kerimov, que foi privado da sua acreditação e autorização de residência, está agora no aeroporto de Istambul esperando a deportação.

    "A decisão de proibir a entrada no país do chefe da redação turca da Sputnik Tural Kerimov foi tomada pelo Serviço de Segurança. Agora ele está fora do território turco. Isto não tem relação com a Direção-Geral de Imprensa e Informação da Turquia", disse Kurtulmus na cidade de Ancara.

    Falando sobre outro incidente com um jornalista alemão da agência ARD, Volker Schwenk, que também foi deportado da Turquia, o vice-primeiro-ministro assinalou que ele não se dirigiu à Direção-Geral de Imprensa e Informação da Turquia e não estava acreditado.

    O site em língua turca da agência Sputnik foi bloqueado na Turquia, por determinação do Departamento de Telecomunicações daquele país, no dia 14 de abril, sem qualquer explicação ou aviso prévio. A decisão foi aprovada posteriormente pelo Tribunal de Justiça do distrito de Gelbashi, província de Ancara, no sábado (16).

    Por causa do bloqueio dos sites da agência Sputnik pelas autoridades da Turquia, a redação começou a publicar os seus materiais nas contas do Facebook e Twitter.

    Mais:

    Turquia recusa explicar proibição de entrada no país de chefe da redação turca da Sputnik
    Censura máxima: chefe da redação turca da Sputnik é proibido de entrar na Turquia
    Tribunal turco aprova decisão das autoridades de bloquear a Sputnik
    Tags:
    bloqueio, censura, Sputnik Turquia, Tural Kerimov, Turquia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar