05:02 23 Setembro 2018
Ouvir Rádio
    Combatentes curdos iraquianos Peshmerga em cerimônia de graduação de treinamento em Arbil, capital da Região Autônoma do Curdistão, no norte do Iraque.

    EUA concederão ajuda de $415 milhões aos curdos iraquianos para combater Daesh

    © AFP 2018 / Safin Hamed
    Mundo
    URL curta
    162

    O chefe do Pentágono, Ashton Carter, anunciou que os EUA concederão 415 milhões de dólares aos curdos peshmerga do Iraque como apoio adicional na luta contra o Daesh (Estado Islâmico).

    “Para acelerar a intensidade da luta contra o Daesh, concederemos até 415 milhões de dólares como ajuda financeira aos combatentes peshmerga”, disse o porta-voz do Pentágono, Peter Cook. 

    O Pentágono também decidiu implantar 217 unidades adicionais no Iraque para ajudar as forças locais para libertar Mosul. As tropas incluem, em particular, diretores das forças especiais dos EUA e apoio aéreo.

    “Também foi decidida expansão da assistência técnica norte-americana para a libertação de Mosul, autorizando o uso dos helicópteros Apache AH-64 para apoiar as operações de recuperação de Mosul", disse Cook em seu Twitter. 

    Mosul é um reduto de Daesh no Iraque desde que o grupo terrorista tomou a cidade em 2014.

    Desde 2014, os EUA e seus aliados bombardeiam posições do Estado Islâmico na Síria e no Iraque.

    Mais:

    Daesh tenta recrutar jihadistas em agência de emprego na Suécia
    Ataque conjunto curdo-americano elimina líder do Daesh no Iraque
    Daesh está perdendo territórios, lucros caem 30%
    Pessoal auxiliar de deputados europeus estava ligado ao Daesh
    Abin confirma ameaça de atentados do Daesh na Olimpíada
    Tags:
    curdos, Pentágono, Daesh, Estado Islâmico, Ashton Carter, Curdistão iraquiano, EUA, Iraque
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik