10:24 25 Agosto 2019
Ouvir Rádio
    Sputnik Turquia

    Tribunal turco aprova decisão das autoridades de bloquear a Sputnik

    © Sputnik /
    Mundo
    URL curta
    2917

    O Tribunal de Justiça do distrito de Gelbashi, província de Ancara, aprovou a decisão do Departamento de Telecomunicações turco de bloquear o acesso a um dos sites da agência de notícias russa Sputnik.

    Como informou a agência Anadolu, além do site da Sputnik foi fechado o site noticioso da agência Dicle, bem como vários blogs no Twitter.

    Representantes do Departamento afirmam que os administradores do Twitter e outros sites não removem as publicações, que, supostamente, contêm propaganda do terrorismo, bem como matérias que incitam à violência e ao crime.

    O Tribunal considerou que "esta exigência é adequada e visa proteger a vida, a propriedade e a segurança dos cidadãos, bem como a proteção da segurança nacional, da ordem pública e a prevenção da criminalidade".

    No entanto, a chefia da agência Rossiya Segodnya (detentora da Sputnik) anunciou que tomaria todas as medidas legais para recuperar o funcionamento do site.

    "Vamos usar todos os meios legais para que o site volte a funcionar. Agora, os advogados estão estudando as nossas possibilidades", disse Dmitry Kiselev, diretor-geral da agência.

    Lembramos que o site da agência Sputnik foi bloqueado na Turquia no dia 14 de abril. De acordo com o redator-chefe da Sputnik Turquia, Tural Kerimov, na véspera o Departamento confirmou o bloqueio do site, não dando qualquer explicação.

    Mais:

    OSCE: Turquia deve corrigir sua legislação após bloqueio da Sputnik
    Autoridades turcas confirmam o bloqueio do site da Sputnik
    Chancelaria: Bloqueio da Sputnik na Letônia é discriminação e censura aberta
    Tags:
    bloqueio, censura, Sputnik Turquia, Dmitry Kiselev, Tural Kerimov, Turquia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar