07:17 20 Setembro 2019
Ouvir Rádio
    Soldado do exército da autoproclamada República de Nagorno-Karabakh bombardeia posições inimigas em 3 de abril de 2016

    Armênia contabiliza 92 baixas em Nagorno-Karabakh

    © AFP 2019/ Vahram Baghdasaryan
    Mundo
    URL curta
    Conflito em Nagorno-Karabakh (26)
    403
    Nos siga no

    As autoridades da Armênia reportaram nesta quarta-feira que o país já registra 92 mortes desde o início da escalada da violência na região de Nagorno-Karabakh, na Transcaucásia.

    Segundo o vice-ministro da Defesa, Alik Avetisyan, Yerevan não descarta o estabelecimento de um tribunal internacional especial sobre crimes de guerra para julgar os conflitos das últimas semanas com o Azerbaijão. 

    "Se houver a necessária reação internacional, podemos criar um tribunal internacional, como no caso de Iugoslávia e Ruanda", afirmou, destacando a necessidade de levar a questão ao conhecimento de toda a comunidade internacional, através de "todos os canais políticos e sociais possíveis". 

    No último 2 de abril, foram retomados na república separatista de Nagorno-Karabakh, no Azerbaijão, os enfrentamentos em grande escala entre as tropas azeris e as forças locais apoiadas pela Armênia. Em 5 de abril, foi anunciado um acordo de cessar-fogo, mas centenas de acusações de violação foram feitas nos dias seguintes.

    Tema:
    Conflito em Nagorno-Karabakh (26)

    Mais:

    Rússia e França vão unir esforços para solucionar conflito em Nagorno-Karabakh
    Em lados opostos, escritórios Sputnik promovem a paz em Nagorno-Karabakh
    Conflito em Nagorno-Karabakh pode se estender 'além das fronteiras da região'
    Tags:
    Alik Avetisyan, Yerevan, Ruanda, Iugoslávia, Azerbaijão, Nagorno-Karabakh, Armênia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar