20:24 25 Fevereiro 2018
Ouvir Rádio
    Presidente argentino Maurício Macri profere discurso na Casa Rosada depois de procurador federal da república entrar com um pedido de investigação da sua participação na offshore bahamense

    Macri nega acusações: ‘Não tenho nada a ocultar’

    © AFP 2018/ JUAN MABROMATA
    Mundo
    URL curta
    Panama Papers (31)
    122

    O chefe de Estado argentino se mostra pronto para repudiar as acusações de envolvimento na empresa offshore.

    Hoje, sexta-feira 8 de abril, o presidente argentino, Maurício Macri, irá se pronunciar na Justiça sobre as revelações nos Panama Papers, que dizem que ele foi diretor de uma empresa offshore no paraíso fiscal das Bahamas.

    Citado pelo jornal La Nación, o chefe de Estado argentino disse ontem, que na sexta ele ia apresentar à Justiça “a declaração de certeza” para repudiar as acusações de omissão maliciosa na declaração de bens dele.

    “Estou tranquilo porque cumpri a lei, informei a verdade e não tenho nada a ocultar”, disse o ocupante da Casa Rosada.

    No domingo passado, o jornal alemão Sueddeutsce Zeitung publicou uma série de informações divulgadas pelo Consórcio Internacional de Jornalistas Investigativos (ICIJ, na sigla em inglês). O ICIJ teve acesso a um vazamento da empresa panamenha Mossack Fonseca, que ficou nos holofotes como Panama Papers (Papéis do Panamá). Estes documentos testemunham intrincados esquemas de corrupção usados por numerosas pessoas mundialmente conhecidas, trazendo informações sobre os negócios secretos de amigos e entorno próximo de vários políticos de alto escalão.

    Quinta-feira o Procurador Federal argentino Federico Delgado pediu ao juiz Sebastián Casanello que investigasse se Macri tinha omitido propositadamente as informações sobre sua participação na empresa offshore, assim como a eventual atividade irregular por parte desta empresa.

    Tema:
    Panama Papers (31)

    Mais:

    Inclusão de nome nos Panama Papers fragiliza presidente argentino
    Muito de BRICS, nada de EUA: Por que você deve desconfiar dos 'Panama Papers'
    Panama Papers: A incrível história do espião que abriu uma offshore após simular a morte
    Tags:
    offshore, Panama Papers, corrupção, Casa Rosada, Maurício Macri, América Latina, Argentina
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik