03:23 21 Julho 2019
Ouvir Rádio
    Moeda de rublo em frente ao Kremlin, em Moscou

    Qual é a 'realidade nova' na economia russa?

    © AFP 2019 / Alexander Nemenov
    Mundo
    URL curta
    14320

    A primeira vice-presidente do Banco Central da Rússia, Ksenia Yudaeva, declarou que a economia russa tem que se desenvolver conforme a “realidade nova”. Ela também acrescentou que agora a economia russa mostra resultados mais positivos do que foi esperado.

    “Eu não iria enfatizar a palavra ‘crise’. O termo ‘realidade nova’ descreve melhor a situação de hoje, não são dificuldades novas, são novas coordenadas nas quais a nossa economia tem que se desenvolver. E essa realidade nova tem várias possibilidades novas”, disse Yudaeva.

    Segundo a vice-presidente, a situação econômica está se estabilizando apesar da segunda queda nos preços do petróleo. Ela adiantou que o petróleo cada vez mais barato puxa a economia ás alterações estruturais.  

    “Surgem os primeiros setores onde há novas possibilidades para o desenvolvimento. Já vemos primeiros de tudo o que ocorre”, disse ela.

    O representante do Banco Central manifestou que o sistema bancário russo sobreviverá "quaisquer choques externos". Yudaeva também abordou a questão dos riscos inflacionários que são ligados com "fatores externos, esperanças inflacionárias elevadas e politica orçamental". Ela sublinhou que tais riscos podem aumentar-se mesmo na situação de manutenção do déficit orçamental.


    Mais:

    Banco Central adia crescimento da economia na Rússia
    Apesar das previsões, economia russa se recupera
    Tags:
    Banco Central da Rússia, Ksenia Yudaeva, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar