19:36 17 Outubro 2019
Ouvir Rádio
    Serzh Sargsyan, presidente da Armênia

    Presidente armênio diz que 18 soldados morreram em Nagorno-Karabakh

    © Sputnik / Vladimir Pesnya
    Mundo
    URL curta
    Conflito em Nagorno-Karabakh (26)
    1008
    Nos siga no

    Segundo o presidente da Armênia, 18 soldados de seu país morreram e outros 35 ficaram feridos em combates com o Azerbaijão na disputa pela região de Nagorno-Karabakh.

    Dezoito soldados armênios morreram e outros 25 ficaram feridos em combates contra o Azerbaijão pela região de Nagorno-Karabakh, declarou neste sábado o presidente da Armênia, Serzh Sargsyan.

    “Segundo as informações atuais, os combates contra as forças armadas do Azerbaijão mataram 18 militares armênios e feriram 35”, disse Sargsyan em um encontro do Conselho de Segurança nacional.

    Sargsyan descreveu o embate como o maior conflito na região desde 1994, quando foi firmado um cessar-fogo, e culpou o Azerbaijão pelas hostilidades.

    “Graças à ação rápida das forças armadas armênias, conseguimos não apenas controlar a situação, mas também causar danos consideráveis ao inimigo”, disse o presidente.

    O presidente do Azerbaijão, Ilham Aliyev, afirmou anteriormente que 12 militares de seu país morreram nos combates.

    As tensões entre Armênia e Azerbaijão por causa da área montanhosa controlada pela Armênia começaram depois que os dois países se acusaram de terem violado o cessar-fogo acordado em 1994.

    Em uma cúpula global em Washington, o presidente azerbaijano acusou a Armênia de estabelecer condições para “libertar” o que ele chamava de “território ocupado” e sugeriu que quatro resoluções do Conselho de Segurança da ONU sobre Nagorno-Karabakh estavam sendo observadas apenas no papel.


    Tema:
    Conflito em Nagorno-Karabakh (26)

    Mais:

    Tanques na cidade, drone abatido e voluntários: nova fase do conflito de Nagorno-Karabakh
    Nova escalada de conflito em Nagorno-Karabakh: já há primeiras mortes
    Tags:
    disputa territorial, combate, mortes, Serzh Sargsyan, Nagorno-Karabakh, Azerbaijão, Armênia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar