17:46 22 Agosto 2017
Ouvir Rádio
    Um avião da Real Força Aérea da Nova Zelândia ajudou nas buscas ao voo MH370 próximas à Austrália.

    Costa de Moçambique guarda segredo de avião desaparecido

    © REUTERS/ Rob Griffith
    Mundo
    URL curta
    3189531

    Autoridades da Austrália acreditam que fragmentos descobertos no mar perto da África podem pertencer ao MH370.

    Os fragmentos de um avião recentemente descobertos em Moçambique podem pertencer ao avião MH370 desaparecido há dois anos, segundo as autoridades australianas.

    O avião de passageiros Boeing 777 da Malaysia Airlines desapareceu em março de 2014 quando viajava de Kuala Lumpur para Pequim. O voo fazia a rota entre as capitais de Malásia e China e transportava 227 passageiros além de 12 membros da tribulação.

    "A análise mostrou que estes fragmentos quase certamente pertencem a MH370", informou à Reuters o ministro de Infraestrutura e Transporte da Austrália, Darren Chester. 

    Mais cedo, a mídia internacional divulgou que em uma parte da costa de Moçambique foram descobertos uns objetos que podem ser fragmentos do Boeing desaparecido.

    Os objetos encontrados foram examinados por investigadores da Austrália e Malásia, assim como especialistas da Boeing, Geoscience Australia (uma agência do governo australiano) e os da Universidade Nacional Australiana, em Canberra.

    Cabe mencionar que a investigação do caso está sendo realizada por um órgão independente chefiado pela Malásia porque é o país no qual o avião foi registrado.

    Tags:
    MH370, investigação, Moçambique, Malásia, Austrália
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik