16:45 22 Agosto 2019
Ouvir Rádio
    Dia-a-dia na Base Aérea da Rússia na Síria

    Pentágono confirma retirada de aviões russos da Síria

    © Foto: Ministério da Defesa da Rùssia
    Mundo
    URL curta
    Retirada das forças russas da Síria (28)
    25233

    O Departamento de Defesa dos Estados Unidos confirmou que parte dos aviões das forças aeroespaciais russas deixaram a base aérea na Síria.

    "Vimos que alguns aviões de combate russos deixaram a Síria e retornaram à Rússia", observou o porta-voz do Pentágono, Peter Cook.

    Ao mesmo tempo, ele disse que há um grande contingente de forças russas, mas um "pequeno número de aviões até agora (…) inferior a 10 aeronaves".

    O presidente russo, Vladimir Putin, ordenou as tropas russas que participavam das ofensivas aéreas na Síria fossem retiradas a partir desta terça-feira (15). A operação militar russa no país começou em setembro do ano passado a pedido do presidente sírio, Bashar Assad, para ajudar na luta contra grupos terroristas como o Estado Islâmico (Daesh) e a Frenta al-Nusra. 

    De acordo com o ministro da Defesa russo, Sergei Shoigu, a operação russa contribuiu para dificultar o fornecimento de armas e munições aos terroristas, interrompendo os principais canais de tráfico de petróleo e abatendo milhares de terroristas.

    O porta-voz do Pentágono afirmou que “nas últimas 24 horas os russos continuaram realizando ataques aéreos na Síria”, sendo que a maioria deles foi destinada a zonas controladas pelo Daesh. 

    O Pentágono também declarou que saudará a saída das tropas russas da Síria se este passo terá como objetivo apoiar a trégua e pôr fim à guerra civil no país.  

    Tema:
    Retirada das forças russas da Síria (28)

    Mais:

    Rússia não advertiu EUA sobre retirada de tropas da Síria
    Depois dos terroristas na Síria, Putin volta a mira contra corruptos na Rússia
    'Futuro da Síria depende da Rússia'
    Por que razão a Rússia está retirando suas forças da Síria? (VÍDEO)
    ‘Retirada russa da Síria pode levar ao fim das sanções europeias’
    Tags:
    forças, retirada, tropas, Pentágono, Peter Cook, Síria, EUA, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar