05:00 18 Setembro 2021
Ouvir Rádio
    Mundo
    URL curta
    0410
    Nos siga no

    O governo britânico usa a Rússia como “bode expiatório” para todos os problemas do Ocidente no decorrer dos últimos 25 anos, diz um comunicado emitido nesta sexta-feira (11) pela embaixada russa em Londres e enviado para todos os principais partidos e mídias do Reino Unido.

    “De certa forma, a Rússia é apresentada como bode expiatório para todos os problemas do Reino Unido e dos Ocidente nos últimos 25 anos, ou seja, pela guerra no Iraque, pela aventura na Líbia, pela crise financeira global, pelo surgimento da “desglobalização” (termo cunhado em 2008 pelo então primeiro-ministro britânico Gordon Brown), pelas crises ucraniana e síria, e agora também pela escalada de ânimos anti-sistêmicos no Ocidente e a crise migratória na União Europeia” – diz o documento.

    O comunicado destaca ainda que a Rússia “contribui enormemente com a busca de uma solução política do conflito na Síria e, por consequência, com a atenuação da crise migratória”.

    Em fevereiro deste ano, o ministro das Relações Exteriores do Reino Unido, Philip Hammond, declarou que as ações russas na Síria reforçam as posições do grupo terrorista Daesh (Estado Islâmico), pelo fato de a Rússia não bombardear o Daesh, mas sim a "oposição moderada". Além disso, na opinião do ministro, as ações da Rússia na Síria pioram a situação com os refugiados. Na época, o ministério das Relações Exteriores russo considerou tais declarações como "manifestações perigosas de desinformação".

    Mais:

    Kremlin: acusações de Londres contra Moscou não podem ser levadas a sério
    Tags:
    Rússia, Moscou, Reino Unido, Londres, Embaixada da Rússia, bode expiatório
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar