05:08 17 Julho 2018
Ouvir Rádio
    Protestos em Kiev no dia 31 de agosto, 2015

    Rússia: continuam ocorrendo na Ucrânia graves repressões contra minorias nacionais

    © Sputnik / Stringer
    Mundo
    URL curta
    551

    O ministro das Relações Exteriores da Rússia, Sergei Lavrov, ao participar da 31ª sessão do Conselho da ONU para os Direitos Humanos, disse que na Ucrânia continuam ocorrendo graves violações de direitos das minorias nacionais, aumentando a agressividade dos radicais nacionalistas.

    "Continuam as graves violações de direitos das minoria nacionais na Ucrânia. Na ausência de progressos na implementação de reformas políticas previstas pelo acordo de Minsk, aprovado pela resolução do Conselho de Segurança da ONU, na Ucrânia estão crescendo as agressividades dos nacionalistas radicais, com a conivência, às vezes com o apoio, das autoridades de Minsk, são abertamente realizadas marchas neonazistas, continuam as perseguições a dissidentes e ataques a templos da igreja Ortodoxa Russa", disse o ministro russo.

    Segundo Lavrov, "investigações dos crimes em massa, incluindo os eventos em Kiev e Odessa, em fevereiro e em Maio de 2014 vem sendo postergadas, apesar do Conselho da Europa ter juntado esforços para achar os culpados e levá-los à justiça".

    "Esperamos que as agências humanitárias e defensoras dos direitos humanos da ONU possam dar a todas estas questões a devida", acrescentou. 

    Mais:

    Estrada de ferro russa que evitará Ucrânia ficará pronta a tempo
    Ucrânia acredita que derrotará Rússia em caso de conflito
    Ucrânia prepara exército para retomar a Crimeia
    Poroshenko ratifica acordo sobre status da OTAN na Ucrânia
    Ucranianos fora! Polônia quer construir barreira na fronteira com Ucrânia
    Tags:
    violação, minorias, direitos humanos, ONU, Sergei Lavrov, Ucrânia, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik