00:03 20 Outubro 2018
Ouvir Rádio
    Material blindado turco perto da fronteira síria, 16 de fevereiro, 2016

    Rússia acusa Turquia de violar cessar-fogo sírio

    © AFP 2018 / BULENT KILIC
    Mundo
    URL curta
    5131

    A Rússia pretende discutir nesta terça-feira, em Genebra, com o enviado especial da ONU para a Síria, Staffan de Mistura, a questão da violação do regime de cessar-fogo na Síria por parte da Turquia. A informação é do vice-chanceler russo, Mikhail Bogdanov.

    “Até onde sabemos, houve violações do cessar-fogo por parte da Turquia. Posições dos curdos foram alvejadas. Isto tudo esta´sendo discutido. Hoje em Genebra haverá um encontro entre o ministro das Relações Exteriores, Sergei Lavrov, e De Mistura. Pretendemos discutir este tema no encontro”, disse Bogdanov.

    O regime de cessar-fogo na Síria entrou em vigor em 27 de fevereiro, não contemplando os grupos Daesh (Estado Islâmico) e a Frente al-Nusra, além de outras organizações consideradas pelo Conselho de Segurança da ONU como terroristas. 

    Ancara, por sua vez, já se pronunciou afirmando que o acordo sobre o cessar-fogo não impõe obrigações à Turquia. Na noite de 28 de Fevereiro, foi relatado um ataque sobre a cidade síria de Tell el-Ett Abyad vindo do território turco.

    As acusações sobre a responsabilidade do ataque recaem tanto sobre Ancara, curdos sírios, quanto a oposição síria. O Ministério da Defesa da Rússia declarou que a aquisição de veículos blindados militares turcos e o reforço de posições nas áreas da fronteira com a Síria são um passo provocador que poderia levar a uma retomada das hostilidades.

    Mais:

    EUA alertam seus cidadãos sobre perigo de viajar para Turquia
    Militantes do Daesh que atacaram Tell Abyad no Curdistão eram oriundos da Turquia
    Rússia: Anistia Internacional reflete violações de direitos humanos nos EUA e Turquia
    Arábia Saudita posiciona forças militares na Turquia para bombardear a Síria
    Para Moscou, ações da Turquia na fronteira síria são agressão
    Tags:
    fronteira, cessar-fogo, Daesh, Estado Islâmico, Staffan de Mistura, Turquia, Síria, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik