15:09 26 Setembro 2017
Ouvir Rádio
    Cidade de Sansha na ilha de Yongxing, também conhecida como ilha de Woody, no Mar do Sul da China

    EUA incitam 'países da paz' contra mísseis de Pequim no Mar do Sul da China

    © AFP 2017/ STR
    Mundo
    URL curta
    472396123

    Os EUA exortaram a comunidade internacional nesta quarta-feira (17) a se opor à presença dos sistemas de mísseis terra-ar HQ-9 que Pequim implantou na disputada ilha de Woody, no Mar do Sul da China.

    "Os líderes dos EUA e da ASEAN concordaram em uma série de princípios para a segurança marítima ontem", disse, no Twitter, o vice-assessor de Segurança Nacional da Casa Branca, Ben Rhodes, perguntado sobre como os líderes de Washington e da ASEAN iriam responder à implantação dos mísseis chineses.

    ​Rhodes declarou que os esforços para militarizar o Mar do Sul da China "devem ser combatidos por todos os que apoiam a paz, a segurança e o desenvolvimento na região".

    Os EUA, acrescentou, "vai apoiar a liberdade de navegação e capacidades/esforços marítimos para resolver as reivindicações sob o direito internacional".

    Mais cedo na terça-feira (16), a imprensa norte-americana citou autoridades de Taiwan e dos EUA que disseram que a China havia implantado duas baterias de oito lançadores de mísseis terra-ar e um sistema de radar na ilha de Woody, a maior do disputado arquipélago Paracel no Mar do Sul da China.

    Na sequência do anúncio, entretanto, autoridades chinesas disseram que o reforço da defesa nacional do país não tinha nada a ver com a acusação de "militarização" da região, e acrescentaram que os sistemas de defesa aérea haviam sido enviados para a ilha de Woody há muito tempo.

    A China e uma série de outros países, incluindo Vietnã, Taiwan e Malásia, reivindicam a soberania sobre centenas de ilhas e recifes no Mar do Sul da China.

    Pequim reivindica a soberania sobre as ilhas Spratly e sobre a zona de 12 milhas náuticas que as rodeia, mas Washington tem persistentemente desafiado as autoridades chinesas por meio da condução de patrulhas no entorno das ilhas, alegando ter direito à liberdade de navegação.

    Mais:

    Pequim conduz novos testes de voo em base recém-construída no Mar do Sul da China
    Pequim quer Filipinas fora das ilhas no Mar do Sul da China
    Americanos têm medo do potencial militar da Rússia e China, mostra pesquisa
    Tags:
    soberania, arquipélago, ilhas, sistemas de mísseis, militarização, HQ-9, Associação de Nações do Sudeste Asiático (ASEAN), Paracel, Woody, Mar do Sul da China, EUA, China
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik