23:45 24 Setembro 2017
Ouvir Rádio
    Extração de petróleo em Krasnodar, Rússia

    Irã concorda em congelar nível de produção de petróleo e provoca alta nos preços

    © Sputnik/ Viktor Filatov
    Mundo
    URL curta
    92646331

    O Irã concordou em congelar o seu volume de produção de petróleo para alavancar os preços da commodity, informou uma fonte exclusiva da Spuntik ligada às negociações dos ministro da Energia da Venezuela, Irã, Iraque e Qatar, que acontecem nesta quarta-feira (17), em Teerã.

    O anúncio teve uma rápida repercussão sobre as cotações do petróleo nas bolsas de valores, cuja alta diária saltou de 2-3% para 5-6%.

    A decisão de congelar as produções da commodity havia sido alcançada na véspera pela Rússia e alguns países-membros da OPEP (Arábia Saudita, Venezuela e Qatar), no âmbito das negociações realizadas na segunda-feira (15) na capital do Qatar, Doha. Em seguida, Equador, Argélia, Nigéria e Omã também teriam aderido à medida. Os ministros da Energia destes países decidiram congelar suas produções aos níveis registrados em 11 de janeiro deste ano.

    ​Segundo dados da OPEP, nos finais de dezembro a produção de petróleo na Rússia atingiu um novo recorde da época pós-soviética – 10,91 milhões de barris por dia, 5,3 milhões dos quais o país vende diariamente no mercado internacional.

    Os preços mundiais de petróleo vêm caindo catastroficamente desde 2014, registrando uma queda acelerada em 2015 devido ao excesso da oferta no mercado. A commodity teve uma desvalorização de cerca de 70% desde o início da crise, o barril de petróleo passando a valer hoje entre 30 e 40 dólares.

    Tags:
    congelamento, preços, petróleo, Teerã, Irã
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik