07:04 22 Setembro 2018
Ouvir Rádio
    Líder do Curdistão iraquiano, Massoud Barzani, disse que chegou a hora de os curdos decidirem o seu futuro

    Premier do Iraque pede ao Curdistão para desistir do referendo de independência

    © AFP 2018 / SAFIN HAMED
    Mundo
    URL curta
    619

    O primeiro-ministro do Iraque, Haider al-Abadi, pediu às autoridades do Curdistão para não realizarem o referendo de independência proposto pela liderança da região, uma vez que isso não trará benefícios para ninguém.

    Na última semana, o líder do Curdistão iraquiano, Massoud Barzani, declarou que havia chegado a hora de os curdos decidirem o seu futuro, se deveriam ou não permanecer como parte do Iraque, apesar das crises econômica e de segurança.

    "Eu insisto que não levem adiante esse referendo", disse Abadi durante coletiva de imprensa em Berlim, na Alemanha. "Se, como eles dizem, não vão sustentar o resultado, então por que realizar um referendo?", questionou o premier.

    O caos criado pelo Daesh no Oriente Médio acabou dando uma chance aos curdos de defender com mais intensidade o seu sonho de independência, após ganharem reconhecimento internacional por sua bravura na luta contra o terrorismo. No entanto, o Curdistão se encontra em sérios problemas econômicos, provocados pela queda nos preços do petróleo.

    Mais:

    Em meio à guerra contra o Daesh, curdos pedem referendo pela independência
    Incêndio em hotel deixa 17 mortos no Curdistão Iraquiano
    Curdistão sírio: democracia, integração de minorias e luta contra Estado Islâmico
    Mídia: EUA negociam implantação de Black Ops no Curdistão iraquiano
    Tags:
    referendo, independência, Daesh, Haider al-Abadi, Massoud Barzani, Oriente Médio, Berlim, Alemanha, Curdistão iraquiano, Iraque, Curdistão
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik