02:36 14 Dezembro 2017
Ouvir Rádio
    Militantes do Daesh (Estado Islâmico) em comboio rumo ao Iraque

    EUA destinam US$7,5 bilhões para campanha militar contra o Daesh em 2017

    © AP Photo/ Militant website via AP, File
    Mundo
    URL curta
    Campanha militar antiterrorista na Síria (132)
    22211

    O novo plano orçamentário dos Estados Unidos para 2017 aloca mais de US$ 7 bilhões para a campanha militar contra o Daesh (Estado Islâmico) no Iraque e na Síria, segundo divulgado pela Casa Branca nesta terça-feira (9).

    "O Orçamento prevê US$ 7,5 bilhões para o Departamento de Defesa continuar nossa campanha militar, a Operação Resolução Inerente, que está expulsando o Estado Islâmico do território sírio e iraquiano e interrompendo os esforços do [grupo]", disse o comunicado da Casa Branca.

    De acordo com o documento, o montante será usado para ataques aéreos de precisão, forças de operações especiais, coleta de informações e desenvolvimento de forças terrestres locais no Iraque e na Síria.

    O secretário de Defesa dos EUA, Ashton Carter, disse em 2 de fevereiro que o atual pedido de financiamento para a luta contra o Daesh incluiu um aumento de 50% em relação a 2016.

    A proposta de orçamento dos EUA para 2017 também inclui US$ 4 bilhões para o fortalecimento de parceirias regionais contra o grupo terrorista, bem como a prestação de assistência humanitária, o que eleva o total do financiamento anti-Daesh para US$ 11 bilhões.

    Tema:
    Campanha militar antiterrorista na Síria (132)

    Mais:

    EUA querem aumentar seu orçamento militar por causa da 'crescente ameaça' da Rússia
    Obama aprovou o orçamento de defesa dos EUA para 2016 no valor de U$607 bi
    Obama quer frear campanha russa na Síria ‘de qualquer maneira’
    Obama autoriza campanha norte-americana contra Daesh no Afeganistão
    Tags:
    Operação Resolução Inerente, dinheiro, assistência humanitária, coalizão internacional, campanha militar, orçamento, Pentágono, Estado Islâmico, Daesh, Casa Branca, Iraque, Síria, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik