00:30 25 Maio 2018
Ouvir Rádio
    Apoiantes do Comitê Supremo para as Negociações empunham a bandeira da oposição síria, Genebra, Suiça, 2 de fevereiro

    'Acusações sobre envolvimento russo no fracasso das negociações sírias não têm base'

    © AFP 2018 / FABRICE COFFRINI
    Mundo
    URL curta
    1109

    O vice-ministro das Relações Exteriores russo, Gennady Gatilov, afirmou que as acusações sobre o envolvimento russo no fracasso das negociações de paz na Síria são gratuitas.

    “São acusações gratuitas e mal fundadas. É uma tentativa de desistir da resolução do problema”, disse Gatilov.

    Mais cedo o chanceler francês Laurent Fabius disse que o governo sírio e os seus aliados são responsáveis pelo fracasso das negociações sobre a regularização da situação síria em Genebra. O Comitê Supremo para as Negociações da oposição síria responsabilizou o governo sírio e a Rússia pelo fracasso devido à operação russa na Síria.

    O deputado Vasily Likhachev, da Duma de Estado (câmara baixa do parlamento da Rússia), afirmou que o argumento que a Rússia bombardeia a oposição e os civis na Síria em vez do Daesh é usado quando é necessário fazer com que negociações fracassem ou obtenham um caráter antirrusso.

    As negociações em Genebra entre o governo sírio e representantes da oposição síria se iniciaram em 29 de janeiro. Espera-se que durem por 6 meses. Na quarta-feira (3), o enviado especial da ONU para a Síria, Staffan de Mistura, declarou que as negociações se suspendem e o início de uma nova ronda está marcada para 25 de fevereiro.

    Gatilov afirmou que as tentativas do Comitê Supremo para as Negociações da oposição síria de ligar o início das negociações de paz com a resolução do problema humanitário levam ao seu fracasso.

    O Comitê tinha anunciado que só iria participar do processo pacífico quando vários assuntos humanitários fossem resolvidos. Já o próprio de Mistura afirmara que não adianta fazer “negociações em prol de negociações”. No entanto, o chefe da delegação do governo sírio em Genebra, Bashar al-Jafaari, culpou a Arábia Saudita e a Turquia pela suposta pressão sobre a oposição síria, com o intuito de “abandonar” as negociações.

    Ao mesmo tempo, o ministro das Relações Exteriores russo, Sergei Lavrov, e o Secretário de Estado norte-americano, John Kerry, realizaram uma conversa telefónica e acordaram coordenar possíveis ações de fornecer ajuda humanitária às regiões bloqueadas pelas forças governamentais bem como forças da oposição síria.

    Tags:
    oposição síria, fracasso, acusação, negociações, Gennady Gatilov, Sergei Lavrov, John Kerry, Síria, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik