02:32 22 Agosto 2017
Ouvir Rádio
    Coronel Steven Warren, porta-voz da coalizão antiterrorista liderada pelos EUA no Iraque

    EUA 'despreparados' para confirmar ataques russos contra petróleo civil na Síria

    © REUTERS/ Khalid Mohammed/Pool
    Mundo
    URL curta
    Petróleo do Daesh vai parar na Turquia? (24)
    273527322

    O porta-voz da Operação Resolução Inerente, coronel Steve Warren, disse nesta quarta-feira (3) que os EUA não podem confirmar que a Força Aérea da Rússia tenha realizado ataques aéreos contra caminhões-tanques e depósitos de petróleo civis na Síria.

    Segundo o coronel Steve Warren, Washington está ciente sobre os relatos midiáticos que afirmam que a Rússia tem alvejado depósitos petrolíferos civis na Síria, mas não pode confirmar a alegação.

    "Eu já vi esses relatos", afirmou em briefing o porta-voz da coalizão contra o Daesh liderada pelos EUA. "Nós ainda não estamos preparados para confirmá-los", acrescentou.

    Warren disse que o Ministério da Defesa da Rússia publicou um vídeo mostrando um ataque aéreo sobre depósitos de petróleo há cerca de um mês, mas ressaltou que, desde então, não rastreou nenhum ataque adicional deste tipo.

    O Daesh, autodenominado Estado Islâmico, é um grupo terrorista banido nos EUA, na Rússia e em muitos outros países, que controla grandes áreas de terra na Síria, no Iraque e na Líbia, e que fatura centenas de milhões de dólares por ano com a venda de contrabando de petróleo bruto no mercado negro.

    Em dezembro, o Estado-Maior russo informou que caças russos haviam destruído mais de 1.200 caminhões-tanque que transportavam petróleo e derivados de petróleo roubados pelos jihadistas. A campanha aérea de Moscou contra o grupo terrorista islâmico começou em setembro de 2015, a pedido do governo sírio.

    Tema:
    Petróleo do Daesh vai parar na Turquia? (24)

    Mais:

    Ministro da Defesa da Grécia: grande parte do petróleo do Daesh passa pela Turquia
    Relatório independente prova que Rússia estava certa sobre petróleo do Daesh na Turquia
    EUA: Daesh ganhou $500 milhões com o comércio ilegal de petróleo
    Tags:
    contrabando, depósito de petróleo, caminhão-tanque, terroristas, coalizão, bombardeios, ataques aéreos, Estado Islâmico, Daesh, Steve Warren, Síria, Iraque, Rússia, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik