04:05 23 Setembro 2020
Ouvir Rádio
    Mundo
    URL curta
    322
    Nos siga no

    Uma corte da Grécia acusou formalmente nesta terça-feira um recrutador de jihadistas sueco, de origem bósnia, por atividade terrorista, depois que ele e um suposto cúmplice foram detidos tentando cruzar a fronteira da Turquia.

    O incidente ocorreu na escola secundária de Tingvalla, na cidade de Karlstad
    © AFP 2020 / Tommy Pedersen / TT NEWS AGENCY
    Mirsad Bektasevic, de 28 anos, operava utilizando o apelido de Maximus. Em 2005, havia sido preso em Sarajevo por posse de explosivos e materiais extremistas, incluindo um vídeo de um homem mascarado defendendo a realização de ataques ao Capitólio e à Casa Branca, nos Estados Unidos. 

    De acordo com as autoridades norte-americanas, na época, Bektasevic pertencia a um pequeno grupo de militantes que tinha a intenção de criar uma filial da Al-Qaeda na Suécia, onde ele morava desde meados dos anos 1990, quando deixou a Bósnia com a família para fugir dos conflitos no país.

    Sentenciado a 15 anos de prisão em 2007, o jihadista conseguiu uma significativa redução da pena após apelação, e foi solto em 2011. 

    No último fim de semana, ele e outro jovem sueco de origem estrangeira, identificado pela mídia grega como Al Hasani Amer, foram detidos na estação de ônibus de Alexandroupolis, perto da fronteira turca. Eles estavam em posse de duas facas, uniformes do exército e outros tipos de equipamentos de combate, com os quais pretendiam entrar na Turquia.

    Os dois suspeitos foram indiciados por ligação a grupos terroristas e por posse de armas com o intuito de utilizá-las em atos terroristas. Mas o advogado dos acusados afirma que eles estavam na região como turistas e compraram os armamentos como lembranças.

    Mais:

    Suécia pretende expulsar cerca de 80 mil refugiados
    Suécia tem primeiro caso registrado de Zika vírus
    Suécia detém navio turco suspeito de transportar explosivos para o Oriente Médio
    Ministro dinamarquês explica por que é bom não ser sueco
    Tags:
    terrorismo, fronteira, Al-Qaeda, Maximus, Mirsad Bektasevic, Al Hasani Amer, EUA, Alexandroupolis, Bósnia-Herzegovina, Sarajevo, Bósnia, Suécia, Turquia, Grécia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar