00:46 10 Abril 2020
Ouvir Rádio
    Mundo
    URL curta
    22137
    Nos siga no

    O piloto russo Konstantin Yaroshenko, detido em uma prisão nos Estados Unidos, foi submetido a uma operação sem antes passar pela devida preparação. Em seguida, foi levado de volta à cela enquanto ainda estava em choque por causa da dor, afirmou seu advogado.

    Especialistas médicos americanos realizaram uma cirurgia em Yaroshenko sem preparação alguma, afirmou Alexey Tarasov, advogado do piloto, em entrevista à agência TASS.

    Yaroshenko não recebeu medicação nem passou pelos procedimentos de reabilitação após a operação.

    “Ela não estava sabendo da operação”, ressaltou o advogado. “Os médicos não fizeram as preparações necessárias e não realizaram testes clínicos antes da cirurgia.”

    Logo depois do procedimento, Yaroshenko foi levado de volta a sua cela. Segundo Tarasov, ele “ainda estava em choque por causa da dor e não conseguia andar.”

    Diplomatas de Rússia e EUA estão cientes do incidente.

    Yaroshenko foi preso na Libéria, em 2010, por suposto tráfico de cocaína. Ele foi transferido aos EUA e sentenciado a 20 anos de prisão. Autoridades russas vêm repetidamente expressando preocupação com as circunstâncias de sua prisão e com as condições nas quais o cidadão russo está sendo detido.

    Mais:

    Marco Rubio: EUA não têm opção senão melhorar suas relações com a Rússia
    Rússia denuncia entrada de armamentos pela fronteira síria
    Frota do Norte da Rússia inclui Atlântico Sul em rota de exercícios
    Ministério da Defesa da Rússia nega boatos sobre outro caça abatido pela Turquia
    Forças Nucleares Estratégicas da Rússia recebem novas armas
    Tags:
    operação, preparação, cirurgia, prisão, Konstantin Yaroshenko, Libéria, EUA, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar